Política Monetária Economistas: Fed só sobe os juros por duas vezes em 2017

Economistas: Fed só sobe os juros por duas vezes em 2017

A próxima subida de juros nos Estados Unidos só deverá ocorrer em Junho, antecipam os economistas consultados pelo Financial Times.
Economistas: Fed só sobe os juros por duas vezes em 2017
Negócios 18 de dezembro de 2016 às 19:20

A Reserva Federal sinalizou que deverá agravar a taxa de juro de referência dos Estados Unidos por três vezes ao longo do próximo ano, mas os economistas acreditam que o banco central vai adoptar uma postura mais cautelosa.

 

Uma sondagem efectuada pelo Financial Times junto de 31 economistas de Wall Street aponta para que a Fed só suba os juros por duas vezes no primeiro ano. E que a próxima subida, depois do agravamento anunciado este mês, para entre 0,5 e 0,75%, só ocorra em Junho.  

 

Já este ano a Fed também não cumpriu as expectativas com que arrancou o ano, pois tinha indicado que os juros poderiam subir por quatro vezes, mas o custo do dinheiro só aumentou por uma vez e apenas no final do ano.

 

Os economistas defendem que o banco central liderado por Janet Yellen vai agora querer esperar para ver como serão os primeiros meses da presidência de Donald Trump e como vai a economia reagir às medidas que o republicano já prometeu implementar assim que chegar à Casa Branca.

 

"O crescimento global vai melhorar no próximo ano, mas continuar abaixo da média da tendência de longo prazo", afirmou ao jornal britânico Gregory Daco, economista da Oxford Economics, acrescentando que "as políticas de Donald Trump e as suas expectativas vão ser determinantes para os desenvolvimentos globais".

 

Os economistas consultados pelo Financial Times estimam que a economia norte-americana vai crescer 2,2% em 2017, com o plano de Donald Trump a acrescentar apenas 0,2 pontos percentuais à expansão da economia. Para 2018 as expectativas apontam para que o PIB da maior economia do mundo cresça para 2,3%, com o contributo das políticas de Trump a duplicar para quatro décimas.

 

O cenário central dos economistas aponta para que a taxa de juros nos EUA se situe entre 1,75 e 2% no final de 2018.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 18.12.2016

Sera q na America existe a mesma burrice q em portugal ao permitir q o banco de portugal fique a margem do estado?Acho q nao, o pres.O press.Trump ja fez saber q vai fazer tudo para q os miles milhoes de $ q andam la por fora regressem America prov. sem qualquer penalizacao,ele tem de render juros.

pub