Economia Empresas prevêem aumento de 5,7% nas exportações em 2018

Empresas prevêem aumento de 5,7% nas exportações em 2018

As empresas perspectivam um crescimento de 5,7% das exportações durante este ano, de acordo com um inquérito realizado pelo INE. Excluindo combustíveis e lubrificantes, as previsões apontam para um aumento de 6,9%.
Empresas prevêem aumento de 5,7% nas exportações em 2018
Bruno Simão
Sara Ribeiro 11 de janeiro de 2018 às 11:42

As empresas estão confiantes de que em 2018 as exportações vão continuar a crescer. De acordo com os dados do inquérito sobre perspectivas de exportação de bens realizado pelo INE, as exportadoras prevêem um crescimento nominal de 5,7% das vendas para o exterior face a 2017. "Excluindo os combustíveis e lubrificantes, as perspectivas reveladas pelas empresas indicam um aumento esperado de 6,9% em 2018", detalha o INE.

Analisando por mercados, é esperado um crescimento de 3,9% para os países fora da União Europeia e de 6,3% para os mercados da União Europeia.

Por categorias, de acordo com os dados do INE, destacam-se "as perspectivas de aumento de 22,2% nas exportações do material de transporte e acessórios". Seguem-se as categorias que incluem "máquinas e outros bens de capital" com perspectivas de crescimento de 5% e de produtos alimentares e bebidas com 4,5%.

O INE sublinha que "as perspectivas se referem a variações nominais, traduzindo assim o efeito combinado das variações esperadas de preços e de quantidades". E "no caso particular dos combustíveis e lubrificantes, os preços observados têm-se caracterizado por volatilidade e amplitudes de variação muito elevadas, dominando em geral o sentido e a magnitude das variações nominais do comércio internacional deste tipo de produtos".

O inquérito às empresas exportadoras foi realizado em Novembro de 2017, corresponde à "primeira previsão das empresas para a evolução esperada das exportações de bens em 2018". "Em Maio de 2018 será realizada uma nova edição deste inquérito, para actualização das perspectivas das empresas relativas à exportação de bens para 2018", aponta o INE.




Saber mais e Alertas
pub