Ásia Escândalo político leva presidente da Coreia do Sul a fazer remodelação

Escândalo político leva presidente da Coreia do Sul a fazer remodelação

O amigo do presidente Park Geun-Hye está a ser investigado pelas autoridades judiciais, devido a alegadas pressões sobre as grandes companhias do país.
Escândalo político leva presidente da Coreia do Sul a fazer remodelação
Choi Soon-sil (na foto ao centro), amigo do Presidente da Coreia do Sul, foi detido na terça-feira.
Reuters
Nuno Carregueiro 02 de Novembro de 2016 às 08:03

O presidente da Coreia do Sul, na sequência de um escândalo político que o envolve directamente, decidiu avançar com uma remodelação no seu Governo, substituindo o primeiro-ministro, o ministro das Finanças e o ministro com a pasta da segurança.

Kim Byong-joon vai substituir Hwang Kyo-ahn como primeiro-ministro, um cargo que na Coreia do Sul tem um papel quase administrativo.

Yim Jong-yong, que lidera o regulador do mercado de capitais, será o novo ministro das Finanças, substituindo Yoo Il-ho.

Esta remodelação, que também envolve mais ministros, surge numa altura de forte pressão popular sobre o presidente do país, Park Geun-Hye, já que o seu amigo de longa data, Choi Soon-sil, estar a ser investigado pelas autoridades judiciais do país.

De acordo com a imprensa, o amigo do presidente usou a sua influência junto de Park Geun-Hye para obrigar as grandes companhias sul-coreanas a efectuar donativos aos fundos que eram controlados por si.

Este tema tem dominado a actualidade política na Coreia do Sul com fortes criticas ao presidente, que tem recebido apelos para se demitir e viu a sua taxa de aprovação recuar para mínimos históricos.

Choi Soon-sil, que foi detido na terça-feira, terá preparado vários dos discursos oficiais do presidente da Coreia do Sul e até elaborado várias propostas orçamentais. O presidente coreano já pediu desculpas pela relação de proximidade com Choi Soon-sil e o acesso que lhe deu a dados do Governo. Nenhum dos ministros remodelado tinha relações próximas com Choi Soon-sil.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 4 dias

Park Geun-Hye e uma mulher !!! nem sequer sabem que a Coreia do Sul nao tem "um" Presidente mas "UMA" presidente ,,, investiguem antes de escreverem

Filipe Há 4 dias

Claro que ambas as personagens desta história são mulheres - tanto a presidente da Coreia como a sua amiga. Mas o jornalista Nuno Carregueiro limitou-se a copiar o texto de um (mau) site de notícias. Bom trabalho, escriba!

pub