Justiça Espanha acusa Mourinho de lesar o Fisco em 3,3 milhões

Espanha acusa Mourinho de lesar o Fisco em 3,3 milhões

As autoridades tributárias de Madrid apresentaram uma queixa contra o treinador de futebol, alegando que José Mourinho lesou o Fisco em 3,3 milhões de euros. Em causa estão rendimentos auferidos entre 2011 e 2012.
Espanha acusa Mourinho de lesar o Fisco em 3,3 milhões
Reuters
Paulo Zacarias Gomes 20 de junho de 2017 às 11:35
As autoridades tributárias de Madrid apresentaram uma queixa contra o actual treinador de futebol do Manchester United, alegando que José Mourinho lesou o Fisco em 3,3 milhões de euros. Em causa estão dois delitos envolvendo o não pagamento de impostos sobre rendimentos auferidos entre 2011 e 2012.

A investigação da Agência Estatal da Administração Tributária apurou que terão sido criadas empresas "com o objectivo de tornar fisicamente opacos os rendimentos dos lucros provenientes dos seus direitos de imagem", refere um comunicado do fisco espanhol citado pela Europapress.

Rendimentos a circular pelo mundo?

No centro da tese do Estado espanhol está a Koper Services, que terá sido criada por Mourinho e que será por ele detida a 100%, através do Kaitaia Trust, sediado na Nova Zelândia e de que o treinador é fundador e beneficiário, tal como a sua família, argumentam as autoridades.

Numa data desconhecida - mas que os inspectores do Fisco estimam que tenha sido anterior a 17 de Setembro de 2004 - Mourinho cedeu os seus direitos de imagem à Koper Services, SA, sediada nas Ilhas Virgens Britânicas. Nesse mesmo dia, refere aquela agência noticiosa, assinou novo contrato para transmissão desses direitos da Koper para a irlandesa Multisports & Image Management Limited, fundada pelo empresário Jorge Mendes, segundo o El Mundo.

Esta transição permitiria operar dentro da União Europeia e pagar impostos mais baixos, beneficiando do enquadramento fiscal da Irlanda.


Quatro anos depois, a 22 de Dezembro de 2008, a Multisports (empresa igualmente no centro dos indícios de fraude fiscal de Fábio Coentrão e de Cristiano Ronaldo) assinou um contrato com a Polaris Sports Limited – com a mesma sede social e também de Jorge Mendes – um contrato de representação para negociação de parcerias comerciais.

O El Mundo, em Dezembro do ano passado - e referindo-se às revelações trazidas pelo Football Leaks, escrevia que parte dos rendimentos desta Polaris seguiam para a Koper e daí para contas da Koper na Suíça, no St.Galler Kantonalbank. As verbas seriam depois encaminhadas para o Kaitaia Trust, o tal veículo alegadamente detido por Mourinho e a sua família.

Divergências no centro da investigação

Dois anos volvidos do acordo com a Polaris, Mourinho chega ao Real Madrid - 31 de Março de 2010 - e passa a ter o seu domicílio fiscal em Espanha. Em Julho de 2014 o Fisco comunicou a Mourinho que as declarações de impostos entre 2010 e 2012 e a de 2013 (categoria de não-residente) seriam investigadas.

Apesar de ter prestado contas em 2011 e 2012 dos seus rendimentos, não declarou os que estavam associados aos direitos de imagem "com o objectivo de obter um benefício ilícito", acusa o Fisco. As autoridades apuraram então que não tinham sido declarados rendimentos de 3,25 milhões de euros em 2011 e 2,8 milhões em 2012. Em Junho de 2015, Mourinho reconheceu a falta da declaração e pagou 1,146 milhões de euros.

"Dado que não há diferença entre o denunciado [Mourinho] e a sociedade Koper, o denunciado apresentou documentação relativa a despesas da sociedade que não correspondem à realidade," argumenta a Fiscalía, que apurou estar em falta a declaração de cerca de 3,78 milhões de euros de rendimentos em 2011 e 3,26 milhões de euros em 2012.


Essa não declaração terá então gerado o alegado prejuízo de 3,3 milhões de euros: 1,61 milhões de euros respeitantes a 2011 e 1,69 milhões de euros a 2012.

(Notícia actualizada às 12:35 com mais informação)



A sua opinião16
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 20.06.2017

Isto é um aviso à navegação! jogadores portugueses devem pensar muito bem antes de assinarem contractos com clubes espanhóis... Eles nunca gostaram de portugueses e farão tudo para nos prejudicar. Vejam se aparece algum jogador espanhol nestas acusações, são todos uns santinhos!

comentários mais recentes
antonio emidio 21.06.2017

Os portugueses teem a mania de defender os que gostam mesmo que fujam ao disco e nao paguem o que devem resumindo o caga milhoes o vaidoso fez 60 milhoes e nao quer pagar os direitos de imagem Para ele e tudo limpinho o mourinho e a mesma coisa mas quando foi o messi queriam que fosse preso fanatico

pertinaz 20.06.2017

MOURINHO... MANDA-OS À...!!!

Dono dos Burros 20.06.2017

Afinal as notícias que vêm de Espanha são boas. O merdalhado pela república das bananas, com o nome no aeroporto da off-shore madeirense e agora este carapau.

Anónimo 20.06.2017

A Administração Fiscal em Espanha parece que funciona ao contrário de Portugal que deixa prescrever as dívidas de milhões ao Fisco,ou simplesmente não cobra as dívidas ou então o Estado assume estas como ex as do Luís Filipe Vieira.

ver mais comentários
pub