Espanha: Governo não pedirá qualquer apoio até receber novos relatórios sobre a banca
09 Junho 2012, 14:57 por Lusa
4
Enviar por email
Reportar erro
0
O ministro da Indústria espanhol, José Manuel Soria, assegurou hoje que "não está previsto, em nenhum momento, por parte do Governo de Espanha pedir qualquer tipo de ajuda" até que se conheçam os relatórios dos especialistas.
Soria respondeu assim, em Las Palmas de Gran Canaria, a perguntas dos jornalistas sobre a teleconferência dos ministros da Economia da Zona Euro que decorre hoje para analisar os problemas do sistema bancário espanhol. O ministro recordou que o FMI já emitiu um relatório sobre a situação dos bancos, mas que isso é apenas "uma avaliação".

O Governo, relembrou, pediu dois relatórios adicionais e até que os tenha, "não se estudará absolutamente nada", assegurou Soria.

Para tentar finalmente a dimensão do problema do sistema financeiro espanhol, o Governo pediu a duas consultoras - Oliver Wyman e Roland Berger - que analisem as carteiras de créditos da banca perante dois cenários - um em ‘stress’ e outro com hipóteses macroeconómicas adversas.

Esse primeiro estudo deverá ser entregue ao governo até 21 de Junho.

Em paralelo foi pedido a quatro auditoras (Deloitte, PwC, Ernst & Young e KPMG) uma análise mais completa, individualizada e detalhada de todas as carteiras de crédito, que estará pronta até 31 de Julho.

As análises incluem a situação dos 14 principais grupos bancários espanhóis que representam cerca de 90% do sistema financeiro espanhol.

4
Enviar por email
Reportar erro
0
pesquisaPor tags: