Economia Esperança de vida aumenta em Portugal para mais de 80 anos

Esperança de vida aumenta em Portugal para mais de 80 anos

No triénio 2014-2016 a esperança de vida em Portugal foi de 80,62 anos, com homens e mulheres a viverem mais um ano do que no triénio 2008-2010.
Esperança de vida aumenta em Portugal para mais de 80 anos
Bloomberg
Sara Antunes 27 de setembro de 2017 às 12:25

A esperança de vida à nascença aumentou em Portugal no triénio 2014-2016, de acordo com os dados revelados esta quarta-feira, 27 de Setembro, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). No total, os portugueses vivem até aos 80,62 anos.

 

Ainda assim, são as mulheres que vivem mais tempo: 83,33 anos. Já os homens vivem até aos 77,61 anos. Apesar de ser histórica esta diferença, o número de anos de vida que separa homens e mulheres diminuiu face ao triénio de 2008-2010. Actualmente é de 5,72 anos, quando naquele período foi de 6,02 anos.

 

Por regiões, "na região Norte verificaram-se os valores mais elevados para a esperança de vida à nascença para o total da população (80,99 anos) e para os homens (78,07 anos)", revela o INE. Já para as mulheres, foi na região Centro que se verificou o valor mais elevado (83,66 anos). Do lado oposto está a Região Autónoma dos Açores, onde a população vive, em média, 77,28 anos.

 

"A esperança de vida aos 65 anos atingiu 19,31 anos, para o total da população", com os homens a viverem, em média, mais 17,44 anos e as mulheres mais 20,73 anos. 




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

E PORQUE NUNCA FALAM NEM METEM NAS ESTATÍSTICAS OS QUE MORREM AOS 30, 40, 50 ANOS DE MORTE SÚBITA? CADA VEZ HÁ MAIS CASOS. ISTO É TUDO UMA HIPOCRISIA PARA ENGANAREM AS PESSOAS COM A IDADE DA REFORMA. UM ACAMADO COM 80 ANOS, CONTA PARA ESSE EMBUSTE DESSAS ESTATÍSTICAS.

pertinaz Há 3 semanas

OBRIGADO PASSOS COELHO...!!!

Anónimo Há 3 semanas

MAIS AZIA PARA O DROGADO DE MASSAMÁ.

pertinaz Há 3 semanas

OBRIGADO PASSOS COELHO...!!!

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub