Economia Estação móvel de comunicações a caminho de Alijó por falhas no SIRESP

Estação móvel de comunicações a caminho de Alijó por falhas no SIRESP

Uma estação móvel de comunicações está a caminho de Alijó, distrito de Vila Real, para resolver "falhas pontuais que têm sido sentidas" este domingo na rede de comunicações de emergência SIRESP, disse à Lusa a adjunta nacional da Proteção Civil.
Estação móvel de comunicações a caminho de Alijó por falhas no SIRESP
Reuters
Lusa 16 de julho de 2017 às 21:08
Patrícia Gaspar disse à agência Lusa que "as comunicações durante estas falhas foram asseguradas através da Rede Operacional dos Bombeiros (ROB)", um procedimento previsto.

"Quando se estabelece um plano de comunicações num teatro de operações, nunca é feito com exclusividade à rede SIRESP", integrando-se também a ROB, esclareceu.

A estação móvel, que estava estacionada de prevenção no Porto, foi enviada para o combate ao incêndio de Alijó cerca das 18:00 e deverá chegar em breve ao teatro de operações, disse Patrícia Gaspar ao início da noite.

O incêndio na localidade de Vila Chã, concelho de Alijó, começou às 01:55 deste domingo, 16 de Julho, e depois de estar dado como dominado reativou-se.

Pelas 20:50 era combatido por 323 bombeiros, apoiados por 97 viaturas e oito meios aéreos.

Crianças e idosos foram retirados da aldeia de Chã, por precaução.



A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Criador de Touros 17.07.2017

Este governo e o president sempre a fazerem trampa.Mais do mesmo. Ninguém tem culpa. Este governo é mais esquerdista que o partido socialista da Venezuela do Maduro, gostariam de fazer aqui o mesmo que na Venezuela. Já esteve mais longe.

Camponio da beira 17.07.2017

Eu sempre defendia existencia de uma companhia do exercito em cada capital de dirtrito. (agora até um ministerio lá podia estar). Dinamizava economia local, ajudava /indirectamente no patrulhamento, colaborava na protecção civil e as comunicações eram bem melhores que esta javardice do siresp.

Anónimo 17.07.2017

Alguém anda a comer do bornal nesta bosta do SIRESP. Os gajos dos ralis passam pelos mesmos locais e nunca tiveram problemas de comunicações. Então e a gajada monopolista das comunicações não são obrigadas a instalar antenas emissoras que cubram a totalidade do país? E o regulador que existe é pago para quê? Se algum dia voltar-mos a ter uma fatalidade como a de 1755 vai ser o fim porque estes broncos jamais se desemerdarão.
Porca miséria a do tuga!

oluapaxe 16.07.2017

Haaaaa então o siresp não funciona!! Epa falem baixo senão o nosso primeiro foge....perdão vai de férias!

ver mais comentários
pub