Economia Estado volta a falhar subida do salário mínimo nos contratos públicos
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Estado volta a falhar subida do salário mínimo nos contratos públicos

As prestadoras de serviços aos organismos públicos denunciam o incumprimento das compensações previstas e negociadas no acordo de concertação social e já há empresas a avançar para tribunal.
Estado volta a falhar subida do salário mínimo nos contratos públicos
Reuters
António Larguesa 09 de novembro de 2017 às 22:15

A escassez de "resultados práticos" na actualização extraordinária dos preços dos contratos públicos, em função do aumento do salário mínimo nacional para 530 euros no ano passado,

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
General Ciresp Há 1 semana

Esta gente e tao pequenina que o mirolho penseonario nao os consegue ver.Que raca esta gerigonca em vez de aumentar quem trabalha,da dinheiro aos que so CAGAM E COMEM como os bebes quando nascem.Sera que o porta-voz selfie sabe disto?

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub