Orçamento do Estado “Estamos a discutir aumentos de pensões acima da inflação”
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

“Estamos a discutir aumentos de pensões acima da inflação”

É a grande reivindicação do Bloco e do PCP para o Orçamento de 2017 e é a questão que está a travar um acordo político com o PS. Os dois partidos aguardam que os socialistas enviem a sua proposta final de aumento das pensões.

É a grande reivindicação do Bloco e do PCP para o Orçamento de 2017 e é a questão que está a travar um acordo político com o PS. Os dois partidos aguardam que os socialistas enviem a sua proposta

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado AMLG Há 4 semanas

Aparentemente os enormes aumentos de impostos da esquerda são um bálsamo para os Portugueses. Confesso que não percebo. Também gosto muito de mais uma quebra de promessa eleitoral que seria o fim da sobretaxa.
Este País é realmente uma brincadeira e um paraiso para aldrabões, vigaristas e corruptos.

comentários mais recentes
Anónimo Há 4 semanas

Este é o palhacinho que dizia que iria pôr os alemães e franceses a tremer ameaçando não pagar a dívida. Para quem não se lembra, dizia ele em Dezembro de 2011: “Estou a marimbar-me que nos chamem irresponsáveis. Temos uma bomba atómica que podemos usar na cara dos alemães e franceses. Essa bomba atómica é simplesmente não pagarmos.”.
Será que já teve oportunidade de concretizar esta sua ameaça ou está mais calmo o menino, isto de se chegar ao poleiro tem destas coisas...
Como é que um tipo deste calibre chega a Sec. Estado? Sendo político profissional, desde o tempo das associações de estudantes na escola secundária.

Manuel Há 4 semanas

É tão fácil gastar o dinheiro dos meus descontos e dos portugueses que pagam para ter reforma. Claro que a dar assim o dinheiro que deveria ser da minha pensão, depois de 40 anos de descontos não vou ter reforma.

Tinto Há 4 semanas

E ao mesmo tempo a enriquecer os funcionários publicos? Este Governo tem dinheiro para todos! Mas também tem cartas nas mangas.

AMLG Há 4 semanas

Aparentemente os enormes aumentos de impostos da esquerda são um bálsamo para os Portugueses. Confesso que não percebo. Também gosto muito de mais uma quebra de promessa eleitoral que seria o fim da sobretaxa.
Este País é realmente uma brincadeira e um paraiso para aldrabões, vigaristas e corruptos.

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub