Europa Ex-ministro sueco das Finanças investigado por suborno durante caça de alces

Ex-ministro sueco das Finanças investigado por suborno durante caça de alces

O antigo ministro Anders Borg e o empresário Fredrik Lundberg foram interrogados pelas autoridades suecas por suspeitas da prática de corrupção.
Ex-ministro sueco das Finanças investigado por suborno durante caça de alces
Negócios 27 de janeiro de 2017 às 13:12

Apesar de a classe política sueca, assim como a dos países escandinavos, ser conhecida ter a fama de honesta e incorruptível, um ex-ministro das Finanças e um dos principais empresários do país estão a ser investigados pela alegada prática do crime de corrupção.

 

Segundo a notícia avançada esta sexta-feira, 27 de Janeiro, pelo Financial Times, as autoridades suecas estão a investigar o antigo ministro das Finanças sueco, o político do centro-direita Anders Borg, e o empresário e presidente da Industrivarden, Fredrik Lundberg.

 

O FT adianta que ambos foram já interrogados na passa quinta-feira, enquanto suspeitos da prática de subornos num caso que ameaça tornar-se num dos maiores escândalos políticos da Suécia. Os dois foram alvo de medidas de coacção.

 

Lundberg, que é chairman da Industrivarden e apoia a gestão de importantes empresas como o grupo Volvo, a Ericsson e o Handelsbanken, está a ser investigado devido a suspeitas relacionadas com subornos feitos durante eventos de caça a alces, isto segundo um comunicado de uma das suas companhias.

 

Já Anders Borg, que é actualmente vice-chairman do fundo de investimento Kinnevik e consultor sénior do Citigroup, é investigado por ter sido alegadamente subornado.

 

Este caso ameaça penalizar ainda mais a tradicionalmente positiva imagem da Suécia. Isto porque a operadora de telecomunicações Telia se prepara para pagar cerca de 1,4 mil milhões de dólares e assim culminar a investigação a alegados subornos. Também o antigo CEO ter tirado partido de informação privilegiada.  

 

Lundberg organiza dois a três eventos de caça de alces por ano, através da empresa Holmen. As autoridades estarão a investigar estes inventos pelo menos desde 2015, escreve o FT. Há suspeitas de que os subornos sejam negociados durante estes eventos. Os procuradores suecos consideram existir "suspeitas razoáveis" de que Lundber tenha subornado o ex-ministro durante um destes eventos. O ex-ministro é conhecido pela sua paixão pela caça.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 27.01.2017

É pá, vem para Portugal, aquí tudo acaba bem e até poderás ser administrador com carro de luxo à conta da empresa, uma norma portuguesa!

pertinaz 27.01.2017

OS SUECOS SÃO CONHECIDOS POR SEREM OS "MAFIOSOS DA ESCANDINÁVIA"...

...APESAR DE TUDO...