Justiça Ex-mulher de Sócrates interrogada na quarta-feira

Ex-mulher de Sócrates interrogada na quarta-feira

A ex-mulher de José Sócrates, Sofia Fava, será quarta-feira interrogada pelos procuradores do Ministério Público que investigam a 'Operação Marquês', disse à Lusa fonte ligada ao processo.
Ex-mulher de Sócrates interrogada na quarta-feira
Lusa 13 de março de 2017 às 19:11

Sofia Fava é arguida desde Abril de 2016 e está indiciada dos crimes de fraude fiscal e branqueamento de capitais.

 

No mesmo dia, Diogo Gaspar Ferreira, antigo presidente da empresa gestora do empreendimento Vale do Lobo, outro dos 25 arguidos do processo, será ouvido no Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP).

 

Esta semana, segundo notícias avançadas em vários órgãos de comunicação social, os procuradores deverão também interrogar o ex-administrador e vice-presidente do grupo Lena Joaquim Barroca.

 

Hoje foi a vez de José Sócrates ser interrogado pela terceira vez pelos procuradores da 'Operação Marquês', inquérito dirigido pelo magistrado Rosário Teixeira. 

 

À entrada para o DCIAP o ex-primeiro-ministro disse que ia responder a todas as questões colocadas pelo Ministério Público, reafirmando que está a ser alvo de uma campanha maldosa e difamatória, com notícias colocadas nos jornais sem apresentar factos.

 

Sócrates está indiciado por corrupção, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais, num processo que investiga crimes económico-financeiros e cujo prazo para o MP arquivar ou deduzir acusação termina sexta-feira.

 




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Conselheiro de Trump Há 2 semanas

Ele era tanto que o ladrao 44 precisou da ajuda dos seus antepassados.Corda ao pescoco amarrados a uma pedra e lanca-los ao rio almaraz.

Anónimo Há 2 semanas

Devem prestar contas á sociedade. Ninguém está acima da Lei. O sofrimento causado a pessoas honestas e trabalhadores pelo Mundo fora não tem preço.

pub
pub
pub
pub