Defesa Exército diz que foram roubadas granadas de mão e munições nos Paióis de Tancos

Exército diz que foram roubadas granadas de mão e munições nos Paióis de Tancos

Fonte do ramo contactada pela Lusa adiantou que até ao momento foi detectada a falta de "cerca de uma centena" de granadas de mão ofensivas.
Exército diz que foram roubadas granadas de mão e munições nos Paióis de Tancos
Bruno Simão/Negócios
Lusa 29 de junho de 2017 às 11:36

Granadas de mão ofensivas e munições de calibre 9 milímetros desapareceram de dois `paiolins´ nas instalações militares dos Paióis Nacionais de Tancos, revelou hoje o Exército.

 

Em comunicado, o Exército afirmou que foi detectada quarta-feira ao final do dia a violação dos perímetros de segurança dos Paióis Nacionais de Tancos e o arrombamento de dois 'paiolins'.

 

Fonte do ramo contactada pela Lusa adiantou que até ao momento foi detectada a falta de "cerca de uma centena" de granadas de mão ofensivas.

 

"Os incidentes foram detectados por uma ronda móvel, elemento do sistema de segurança dos Paióis", refere o comunicado.

 

A Polícia Judiciária Militar foi chamada ao local e iniciou averiguações, dando conhecimento ao Ministério Público e à Polícia Judiciária.

 

O ministro da Defesa, Azeredo Lopes, já foi informado sobre o furto, adianta o comunicado.

 




A sua opinião23
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 30.06.2017

Injustificáveis carreiras intocáveis para a vida, blindadas e isentas das forças de mercado e do avanço tecnológico que colida com a existência do posto de trabalho, defesa do excedentarismo, rigidez do mercado laboral e aversão primária ao capital e ao investimento que permitem inovar de acordo com as necessidades e orientações do mercado sempre em mudança, dão nisto. Nesta casa de doidos chamada Portugal, a manta fica curta e ainda por cima rasga-se porque ninguém quer ir para os quartinhos dos serviçais. Nem os próprios serviçais. A falta de meios aéreos e maquinaria florestal, assim bem como a falta de sistemas de alarme e video-vigilância nos arsenais e paióis das Forças Armadas.

37 29.06.2017

Carrega Benfica rumo ao 37

Herança do mostro do Cavaquismo 29.06.2017

Até outubro vai acontecer mais filmes,foi o diabo os incêndios agora bem as granadas,o que bem a seguir.o povo votou 62% eles ainda não se conformam,mas o povo é sábio e vai-lhe dar uma grande lição.

jonebegood 29.06.2017

olha só se calhar até nem foi de propósito esqueceram-se que havia ali granadas e afins isto vai acontecer como as armas que desapareceram a tempos alguém ouviu mais alguma coisa sobre isso já devem estar na Síria e estas aí vão parar ou a Venezuela...........................que país...

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub