Zona Euro Exportações alemãs com maior subida em um ano

Exportações alemãs com maior subida em um ano

As exportações alemãs cresceram 3,1% em Agosto, quando os economistas antecipavam uma subida de apenas 1%, devido à valorização do euro.
Exportações alemãs com maior subida em um ano
Reuters
Rita Faria 10 de outubro de 2017 às 10:20

As exportações alemãs registaram, em Agosto, a maior subida dos últimos 12 meses, afastando os receios sobre o impacto da subida da moeda única nas vendas dos bens e serviços germânicos para o estrangeiro.

De acordo com os dados divulgados esta terça-feira, 10 de Outubro, as exportações aumentaram 3,1% e as importações 1,2%, alargando o excedente comercial para 21,6 mil milhões de euros. Os economistas consultados pela Reuters antecipavam aumentos de apenas 1% e 0,5%, respectivamente.

Os números sugerem que a maior economia europeia teve um forte desempenho no terceiro trimestre deste ano, apesar da incerteza em torno do próximo governo do país, depois de as eleições de 24 de Setembro terem dado uma vitória curta à CDU da chanceler Angela Merkel.

"Enquanto os mercados financeiros e o BCE têm estado a discutir os riscos de um euro mais forte, o país está a assistir a uma forte recuperação das exportações", afirma Carsten Brzeski, do ING, citado pela Reuters. "O ano de 2017 deverá ser o melhor para as exportações alemãs desde 2010".

A produção industrial na Alemanha também registou a maior subida em seis anos, em Agosto, enquanto o índice do instituto Ifo sobre as expectativas em relação às exportações voltou a crescer no mês passado, com os empresários mais optimistas para a procura. 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

Ora, com uma excecional situação económica, Merkel deveria ter aumentado a votação em relação à 4 anos..
MAS DIMINUIU 10%.!
PK?
porque não deu relevância à selvajaria islâmica que assola o País:
MATANÇA DE INOCENTES; EPIDEMIA DE VIOLAÇÕES DE ADOLESCENTES, "CASAMENTOS" DE MENINAS/CRIANÇAS.

pub
pub
pub
pub