Conjuntura Exportações e importações voltam a disparar em Março

Exportações e importações voltam a disparar em Março

As exportações aumentaram mais do que as importações, em Março, num mês marcado por crescimentos acentuados no comércio internacional. Excluindo os combustíveis a leitura é idêntica.
Exportações e importações voltam a disparar em Março
Pedro Elias
Sara Antunes 10 de maio de 2017 às 11:09

As exportações portuguesas dispararam 23,9% em Março, quando comparado com igual período do ano passado, revelou esta quarta-feira, 10 de Maio, o Instituto Nacional de Estatística (INE).

 

As importações tiveram um comportamento semelhante, ainda que menos intenso, tendo registado um acréscimo de 14,6%.

 

Excluindo os combustíveis e lubrificantes, as exportações aumentaram 21,1% e as importações 14,6%.

No acumulado do primeiro trimestre do ano, as exportações cresceram 17,1% enquanto as importações aumentaram 15,3%, quando comparado com igual período do ano passado.

 

Com o aumento das exportações a superar o crescimento das importações, o défice da balança comercial de bens diminuiu em 241 milhões de euros para um total de 821 milhões de euros. "Excluindo os Combustíveis e lubrificantes a balança comercial atingiu um saldo negativo de 602 milhões de euros, correspondente a uma redução de 154 milhões de euros em relação ao mesmo mês de 2016", adianta a mesma fonte.

 

Por mercados, o aumento das exportações foi mais significativo para Espanha (16,3%), Estados Unidos (64,7%) e França (19%). Já nas importações, destaque para Espanha (13,9%), Alemanha (22%) e Rússia (252,9% - "justificado pela importação de Óleos brutos de petróleo e

Fuelóleo").

 

(Notícia actualizada às 11:15 com mais informação)




A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado TinyTino 10.05.2017

Ao ler os comentários fico deslumbrado, em êxtase mesmo. Tantos economistas que se perderam para a posteridade...

comentários mais recentes
Jorge Silva 10.05.2017

E se o povo, comerciantes e empresários ajudassem ao dar preferência pela compra de produtos e serviços nacionais, não só já tínhamos a balança comercial positiva, como todos estaríamos melhor em relação a tudo. Tenhamos orgulho de Portugal e de ser Portugueses! Chega de andar de mão estendida!!

Quando as exportações conseguem superar as 10.05.2017

importações é sinal que o País está a melhorar em todos os sentidos. Convém relembrar que nas importações está combustíveis e afins. Ao contrário do que muitos querem fazer esquecer, a criação de riqueza e de trabalho estão inter ligadas às exportações. Estamos no caminho certo para todos nós.

semcrer 10.05.2017

Gostava de referir que TAMBÉM este resultado positivo se deve exclusivamente às reformas feitas pelo (des) governo de PPC, Marilu e companhia limitada...

São uma anedota!

Anónimo 10.05.2017

Não são os médicos e enfermeiros que ganham pouco...

Os professores universitários, juízes e magistrados é que ganham demais.

Toca a cortar os salários e privilégios desta malta... para se poder baixar o IRS.

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub