Américas Farage falou com Trump sobre liberdade e vitória

Farage falou com Trump sobre liberdade e vitória

O rosto britânico do Brexit, Nigel Farage, já se encontrou com o presidente norte-americano eleito em Nova Iorque. E diz que falaram de liberdade e vitória, mas também do busto de Churchill.
Farage falou com Trump sobre liberdade e vitória
Twitter de Nigel Farage
Negócios 13 de Novembro de 2016 às 11:38
Nigel Farage, o eurocéptico que lidera o Ukip e um dos principais rostos do Brexit no Reino Unido, encontrou-se este sábado, 12 de Novembro, com Donald Trump em Nova Iorque.

Depois de sugerir que ele próprio, Farage, podia ser um intermediário nas conversações entre Estados Unidos e Reino UNido, que terão de negociar novo acordo comercial com o Brexit, Farage voou para Nova Iorque para se encontrar com o presidente eleito.

"Somos apenas turistas!", declarou no elevador da Trump Tower em Nova Iorque, de acordo com a Reuters. Mais tarde fez um tweet onde se vê Farage com Trump, dizendo ser "uma grande honra passar algum tempo com Donald Trump".



E acrescentou que Trump estava relaxado e cheio de grandes ideias. "Estou confiante de que será um bom Presidente", disse ainda Farage.

Acrescentou, num outro tweet, que o apoio de Trump às relações Reino Unido-EUA é muito grande. "Este é um homem com quem podemos fazer negócio". E ainda comentou uma polémica antiga, dizendo que Trump se mostrou aberto a recolocar o busto de Churchill na Sala Oval da Casa Branca. A retirada do busto de Churchill nesta sala foi, aliás, arma de arremesso contra Barack Obama pelos apoiantes da campanha do Brexit, nomeadamente Boris Johnson que acusou Obama de antipatia ancestral por ser parte queniano para com o Império britânico. Na altura foi noticiado pelo Washington Post que em 2015 os curadores da Casa Branca decidiram devolver o busto à embaixada britânica.

A directora de campanha de Trump, Kellyanne Conway, já comentou que os dois responsáveis gostaram da companhia um do outro e tiveram a oportunidade de falar de "liberdade e vitória, e do que isto tudo significa para o mundo".

O Ukip acrescentou que Farage e Trump estiveram mais de uma hora a falar da vitória de Trump, da política global e do Brexit, diz a Reuters. Um responsável do Ukip sugeriu que Farage poderia ser o próximo embaixador do Reino Unido nos Estados Unidos, segundo a imprensa britânica, o que o gabinete de May já desmentiu, rejeitando qualquer envolvimento de Farage.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, não tem ainda qualquer encontro marcado com Trump. Falou ao telefone com o presidente eleito na quinta-feira.

O Governo britânico felicitou Trump pela eleição. Já o líder dos trabalhistas, Jeremy Corbyn, declarou que Trump terá de se tornar adulto na questão das imigrações, já que a economia norte-americana depende de trabalhadores migrantes.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub