Justiça FBI detém treinadores de basquetebol universitário americano e gestor da Adidas

FBI detém treinadores de basquetebol universitário americano e gestor da Adidas

O FBI deteve 10 pessoas, entre eles quatro treinadores da liga NCAA de basquetebol universitário, e ainda um gestor da Adidas no âmbito de uma investigação ao alegado recurso a subornos no recrutamento de jogadores.
FBI detém treinadores de basquetebol universitário americano e gestor da Adidas
Bloomberg
Negócios 27 de setembro de 2017 às 15:49

A comunicação social norte-americana adiantou esta terça-feira, 26 de Setembro, que o FBI deteve 10 pessoas devido a suspeitas da prática de subornos no recrutamento de jogadores da liga NCAA (liga universitária de basquetebol).

 

Segundo a CNBC, entre os 10 detidos constam quatro treinadores da liga NCAA e ainda um gestor e representante da Adidas. De acordo com documentos apresentados na segunda-feira no tribunal da comarca de Manhattan, Nova Iorque, em causa estão vários subornos pagos a treinadores e técnicos assistentes da NCAA por forma a que estes exercessem influência junto dos basquetebolistas universitários.

 

O presidente da NCAA, Mark Emmert, já reagiu dizendo que a natureza das acusações é "profundamente perturbadora" e garantiu que não haverá qualquer tipo de tolerância em relação a este tipo de prática.

 


O FBI revelou ontem que esta investigação dura já há dois anos. Em causa estão alegados crimes de esquemas ilegais, fraude e corrupção relacionados com o basquetebol universitário americano.

 

Os envolvidos neste esquema complexo direccionavam os jogadores para escolas com ligações especiais a determinadas empresas de equipamentos desportivos.

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub