Justiça FPF envia informação à PJ na sequência do caso dos emails

FPF envia informação à PJ na sequência do caso dos emails

O presidente da FPF tomou a iniciativa de enviar à PJ a informação relativa à classificação dois árbitros desde 2011, o que acontece depois de o director de comunicação do FC Porto ter revelado que o Benfica terá alegadamente monitorizado sms enviados por Fernando Gomes quando este era ainda líder da Liga.
FPF envia informação à PJ na sequência do caso dos emails
Miguel Baltazar
David Santiago 23 de junho de 2017 às 12:36

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, entrou em contacto com a Polícia Judiciária (PJ) e a Procuradoria-Geral da República (PGR), tendo enviado uma carta disponibilizando toda a informação relacionada com as classificações dos árbitros. 

 

Fernando Gomes deu ordens para que sejam colocados à disposição da PJ "todos os processos de nomeação, classificação e relatórios dos observadores dos árbitros" desde o início de funções da actual direcção do organismo responsável pela tutela do futebol nacional, em Dezembro de 2011, segundo citação feita pelo Correio da Manhã.

 

Esta acção de Gomes acontece depois de na passada quarta-feira à noite o director de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, ter dito, no Porto Canal, que o SL Benfica monitorizou mensagens sms enviadas pelo actual presidente da FPF enquanto era ainda líder da Liga Portuguesa de Futebol.

Também o FC Porto entregou à PJ os emails a que o clube teve acesso sobre a alegada interferência do clube da Luz na atribuição das classificações aos árbitros. Em nota publicada no site do clube nortenho, os dragões informam que "
através do seu director de informação e comunicação, satisfez o pedido da Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária e entregou-lhe toda a documentação disponível em suportes originais do denominado dossiê emails de e para o SL Benfica". Entretanto a SIC Notícias avança que Francisco J. Marques já foi ouvido pela PJ.


Ao início da manhã de hoje a Lusa havia noticiado que Fernando Gomes "encaminhou 'sempre' as suspeitas de irregularidades ou de crimes para as instâncias competentes". A fonte oficial da Federação, citada pela Lusa e questionada por esta agência noticiosa sobre a posição do Fernando Gomes relativamente à alegada influência pelo Benfica sobre o sector da arbitragem - o que decorre de um conjunto de emails que vêm sendo revelados nas últimas semanas pelo director de comunicação do Porto -, garante que o líder da FPF tem "pulso firme" mas rejeita tratar estas questões na "praça pública".

"Este combate, que tem sido feito de forma discreta, mas com pulso firme, não é feito na praça pública, mas nas instâncias adequadas, com competência para apurar a verdade dos factos", disse a fonte da FPF que adiantou que "Fernando Gomes contratou o sistema de prevenção e monitorização que permite detectar os jogos viciados em função das apostas desportivas".

O Benfica já reagiu afiançando que "nunca em nenhuma circunstância tais actos ocorreram",. Na página do clube na internet, as "águias" acusam o Porto de recorrer "a práticas criminosas" para promover uma campanha contra a equipa da Luz e garantem que "a seu tempo serão devidamente julgadas e sancionadas". "O Sport Lisboa e Benfica reitera de forma firme que é nos locais próprios que tem vindo a diligenciar pela salvaguarda do seu bom nome e reposição da verdade", concluem os encarnados.  

Na quarta-feira, Francisco J. Marques revelou uma alegada partilha de mensagens enviadas por Fernando Gomes entre Pedro Guerra, director de conteúdos da Benfica TV, e Carlos Deus Pereira, ex-presidente da Assembleia Geral da Liga no mandato de Mário Figueiredo, Carlos Deus Pereira, personalidade que os "dragões" dizer ser próximo do Benfica. 


(Notícia actualizada pela última vez às 13:35)




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
pertinaz 24.06.2017

NUNCA NENHUM DESTES MAFIOSOS FOI PRESO...ENQUANTO TAL NÃO ACONTECER A SITUAÇÃO NÃO VAI MELHORAR...!!!

Mr.Tuga 23.06.2017

Nulidades de BOSTA para entreter sebentos e iletrados que se masturbam com o cluibis e chutadores de boila!

A MERD* da FPChuitibois que é uma "IN"UTILIDADE PUBLICA só serve para pagar PRINCIPESCAMENTE ao toine da foto e ex chutas de bola sem a 4ª classe...
INUTEIS que vivem e gastam como REIS!

Anónimo 23.06.2017

É melhor reservar a penitenciaria de Lisboa certo ?

Luis F Guerra 23.06.2017

Eu não tenho culpa de nada....nem me recordo de nada.
Sou "irmão" daquele administrador da PT (lembram-se.... quando foi responder no inquérito do BES na Assembleia da Republica).

ver mais comentários
pub