Eleições Fernando Medina toma posse no dia 26 de Outubro

Fernando Medina toma posse no dia 26 de Outubro

Os eleitos da Câmara e da Assembleia Municipal de Lisboa vão tomar posse a 26 de Outubro na Praça do Município, na sequência das eleições autárquicas ocorridas a 01 de Outubro que deram a vitória PS, sem maioria absoluta.
Fernando Medina toma posse no dia 26 de Outubro
Bruno Simão/Negócios
Lusa 16 de outubro de 2017 às 20:01

A presidente da Assembleia Municipal, Helena Roseta, dará posse ao presidente da Câmara, Fernando Medina (eleito pelo PS), e aos restantes 16 vereadores do executivo.

Também os 75 deputados municipais (51 eleitos directamente e 24 presidentes das Juntas de Freguesia, deputados por inerência) tomarão posse numa cerimónia que será aberta à população.

Após a tomada de posse, marcada para as 17:00, a Assembleia Municipal reúne-se para a eleição da mesa, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, que também será um ato público. Logo de seguida, decorrerá a primeira reunião deste órgão no mandato 2017/2021.

Em 2013, a candidatura do PS à Câmara de Lisboa, na altura encabeçada pelo agora primeiro-ministro, António Costa, conseguiu eleger 11 mandatos. Após a saída de Costa, a presidência do município passou para Fernando Medina, cabeça de lista nas últimas autárquicas, disputadas a 01 de Outubro.

A sua candidatura conseguiu 42,02% dos votos, pelo que o PS perdeu a maioria absoluta na capital, ficando com menos três vereadores do que em 2013. Já o CDS-PP elegeu quatro vereadores (ganha três), o PSD obteve dois mandatos (perde um), a CDU mantém os dois eleitos e o Bloco de Esquerda conseguiu eleger um vereador.

Segundo informação constante no 'site' da Assembleia Municipal, o executivo será composto por Fernando Medina (presidente), Duarte Cordeiro, Paula Marques, Manuel Salgado, João Paulo Saraiva, Catarina Vaz Pinto, José Sá Fernandes e Miguel Gaspar.

Da equipa que tomará posse, apenas Miguel Gaspar (deputado municipal no mandato que agora cessa) não fazia já parte do executivo.

Segundo a mesma fonte, que recorre à listagem apresentada pelas forças políticas, os eleitos da Coligação Nossa Lisboa (CDS-PP/PPM/MPT) serão Assunção Cristas, João Gonçalves Pereira, Maria Zagalo e Antero Moreira da Silva.

Pelo Partido Social-Democrata (PSD), de acordo com a página oficial da Assembleia Municipal, a equipa que tomará posse será composta por Teresa Leal Coelho, que é reconduzida, e pelo estreante João Pedro Costa.

A Coligação Democrática Unitária (PCP/PEV) elegeu para a Câmara Municipal de Lisboa João Ferreira e Carlos Moura, ambos reeleitos.

O vereador do Bloco de Esquerda (BE) será Ricardo Robles.

 

Um total de 51 deputados municipais foram eleitos directamente: 22 pelo PS, nove pela coligação que juntou CDS-PP, PPM e MPT, oito pelo PSD, seis pela CDU, quatro eleitos pelo BE e o PAN contará com dois deputados municipais.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar