Política Ferro Rodrigues elogia Marcelo, Passos, Montenegro e Hugo Soares

Ferro Rodrigues elogia Marcelo, Passos, Montenegro e Hugo Soares

Nunca será por Marcelo Rebelo de Sousa que "haverá uma crise do Governo e desta solução governativa", diz Eduardo Ferro Rodrigues.
A carregar o vídeo ...
Negócios 20 de julho de 2017 às 10:00

O presidente da Assembleia da República acredita que o Presidente da República é o garante de que não haverá uma crise no actual Governo.

 

"Nunca será por ele que haverá uma crise do Governo e desta solução governativa", refere Eduardo Ferro Rodrigues em entrevista à Antena 1, onde adianta que o que Marcelo Rebelo de Sousa "pode e deve exigir como Presidente da República é que os partidos e grupos parlamentares se entendam na Assembleia da República nos momentos fundamentais, como é o caso deste Orçamento do Estado".

 

Além dos elogios a Marcelo Rebelo de Sousa, o Presidente da Assembleia da República deixa também comentários positivos sobre o líder do PSD, Pedro Passos Coelho, bem como dois responsáveis dos sociais-democratas: Hugo Soares e Luís Montenegro.  

 

O Presidente da Assembleia República elogiou os discursos efectuados no debate do Estado da Nação por Montenegro e por Passos. "O PSD teve duas intervenções de nível bastante bom, substanciais e com algum fundamento, dentro da perspectiva deles", afirmou em entrevista à Antena 1.

 

Elogia também o novo líder da bancada parlamentar do PSD, sobretudo o "sentido de humor que aprecio" de Hugo Soares, confessando que "eu aos 34 anos dizia coisas muito piores e muito mais radicais".

A carregar o vídeo ...



A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
pertinaz Há 15 horas

VÓMITO DE POLÍTICO...!!!

Anónimo Há 20 horas

Sou obrigado a pagar através de comissões, contribuições e impostos o nível de vida passado, actual e futuro de 2200 assalariados da CGD que não são lá precisos para nada. O sindicato deles, o Sindicato Bancário do Sul e Ilhas (SBSI), já analisou os termos oferecidos pela Caixa Geral de Depósitos (CGD) no programa de “Revogações por Mútuo Acordo”, divulgado na última semana de Junho aos trabalhadores do grupo público. E a sentença é negativa: “As condições propostas aos trabalhadores ficam aquém das expectativas.” E agora pergunto eu, quem regula e supervisiona estas criaturas? As do escândalo CGD e de outros escândalos semelhantes. Há muitos casos destes nas organizações portuguesas.

Anónimo Há 21 horas

No governo pode não haver crise mas secalhar na pedofilia pode haver

pub