Economia Ferro Rodrigues, Silva Peneda e Campos e Cunha lamentam morte do "amigo" Miguel Beleza

Ferro Rodrigues, Silva Peneda e Campos e Cunha lamentam morte do "amigo" Miguel Beleza

O presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, lamentou a morte de Miguel Beleza, recordando "50 anos de amizade". Já o ex-ministro das Finanças Luís Campos e Cunha recordou-o como "um bom amigo", e o antigo ministro da Segurança Social Silva Peneda enalteceu o "homem inteligente".
Ferro Rodrigues, Silva Peneda e Campos e Cunha lamentam morte do "amigo" Miguel Beleza
Cofina Media
Lusa 23 de junho de 2017 às 01:11

Sucedem-se as mensagens de pesar pelo falecimento do economista Miguel Beleza (na foto) na noite de quinta-feira, 22 de Julho.

 
Ferro Rodrigues: 50 anos de amizade

Numa mensagem enviada à agência Lusa, intitulada "50 anos de amizade", Ferro Rodrigues lamentou a morte do antigo ministro das Finanças, de quem foi colega no Instituto Superior de Ciências Económicas E Financeiras (ISCEF) no final da década de 1960.

 

"Divergimos quando Miguel Beleza era ministro das Finanças [no XI Governo Constitucional, no início da década de 1990] e eu porta-voz do PS para as questões económicas e financeiras, sem nunca deixarmos de ser amigos", recordou, garantindo que "nunca" irá esquecer "as palavras e atitudes que Miguel Beleza teve". "E teve-as sempre", referiu.

 

À família e amigos de Miguel Beleza, Ferro Rodrigues deixou "os mais profundos sentimentos de dor e solidariedade".

 
Campos e Cunha: um bom amigo

Também o ex-ministro das Finanças Luís Campos e Cunha recordou Miguel beleza como "um bom amigo" e "uma das pessoas mais inteligentes" que conheceu, lamentando a sua morte.

 

"Miguel Beleza era um bom amigo, um pouco mais velho do que eu, era das pessoas mais inteligentes que conheci", afirmou à agência Lusa o antigo ministro das Finanças do primeiro Governo de José Sócrates.

 

Recordando o "sentido de humor fantástico" de Miguel Beleza, Luís Campos e Cunha disse ter sido "com imensa pena" que soube da notícia da morte do economista. "Por isso, quero apenas deixar esta homenagem a um bom amigo, um bom economista e uma das pessoas mais inteligentes que conheci", acrescentou.

Silva Peneda: amigo e homem inteligente

 

Silva Peneda, antigo ministro da Segurança Social, lembrou igualmente o "amigo" Miguel Beleza, enaltecendo o "homem inteligente" e a estima mútua que tinham um pelo outro, apesar de algumas divergências quando foram ministros do mesmo Governo.

 

"Foi para mim uma grande surpresa a desagradável notícia da morte do amigo Miguel Beleza. Fomos colegas de Governo, presidido pelo professor Cavaco Silva. Ele foi ministro durante dois anos, ele saiu depois, eu continuei, e durante esses dois anos tivemos momentos de maior tensão e de menor tensão", afirmou.

 

O político justificou que "ser ministro das Finanças não é fácil", como também não o é ser ministro do Trabalho e da Segurança Social. "Muitas vezes tivemos pontos de vista que não eram totalmente convergentes, mas sempre soubemos ultrapassar essas dificuldades sempre soubemos encontrar um ponto de compromisso e guardo do Doutor Miguel Beleza uma grande estima", acrescentou.

 

Silva Peneda descreveu o economista Miguel Beleza como "um homem inteligente", "formado", "que esteve a estudar nas universidades americanas" e que era "amigo de prémios Nobel".

 

Admitindo um certo afastamento, assinalou que continuavam a encontrar-se de vez em quando, embora não fosse "muito amiúde nos últimos anos", mas "sempre com grande estima e consideração mútua".

 

Apresentando as condolências à família, Silva Peneda deixou uma palavra de especial atenção para a "grande amiga" Leonor Beleza, irmã de Miguel Beleza, "que deve estar a sofrer muito com esta perda".




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub