Economia Fogo na Sertã corta três estradas e é combatido por mais de 600 operacionais

Fogo na Sertã corta três estradas e é combatido por mais de 600 operacionais

Um incêndio na Sertã, distrito de Castelo Branco, motivava pelas 23:30 de domingo o corte de três estradas e era combatido por 652 operacionais apoiados por 204 meios terrestres, segundo a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC).
Fogo na Sertã corta três estradas e é combatido por mais de 600 operacionais
Reuters
Lusa 24 de julho de 2017 às 00:16

As vias cortadas, nota a página Internet da ANPC, são o IC8, entre Proença-a-Nova e Várzea dos Cavaleiros, a EN224, entre Mação e Cardigos, e a EN241, entre Vale da Ursa e Mação.

 

De tarde, eram cerca de 250 os operacionais mobilizados para este fogo, mas o número aumentou e, pelas 21:40, a ANPC indicava que estavam 544 operacionais no terreno, apoiados por 168 meios terrestres, número que entretanto avançou para os 652 bombeiros e mais de 200 meios terrestres.

 

O fogo no concelho de Gavião, distrito de Portalegre, mobiliza mais de 300 operacionais e há ainda dois fogos a registar em Castelo Branco, um dos quais já em resolução.

 

A ANPC indica ainda que há um incêndio em Vila Flor, distrito de Bragança, que mobiliza 157 operacionais e 60 meios terrestres.

 

A Protecção Civil já antecipava, ao final da tarde, uma noite complicada no combate aos fogos. "Prevê-se um prolongamento dos trabalhos. Nenhum destes incêndios se aproxima da sua fase de conclusão, estão todos activos", declarou a adjunta nacional de operações da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar, em 'briefing' aos jornalistas na sede da entidade, em Carnaxide, cerca das 19:00.




pub