Américas Fortuna de Trump encolhe 600 milhões no último ano

Fortuna de Trump encolhe 600 milhões no último ano

Forbes divulgou a lista das 400 pessoas mais ricas dos EUA, que continua a ser encabeçada por Bill Gates mas cuja concorrência está a apertar nos lugares cimeiros. Presidente norte-americano caiu 92 posições de 2016 para 2017.
reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg reuters, bloomberg
Negócios 18 de outubro de 2017 às 16:44
Bill Gates, o fundador da Microsoft, continua a ser o homem mais rico dos EUA, mas a concorrência está a aumentar face a anos anteriores. De acordo com o ranking da Forbes, agora divulgado, Gates tem uma fortuna avaliada em 89 mil milhões de dólares, uma vantagem de 7,5 mil milhões face ao segundo classificado, Jeff Bezos, da Amazon.

Ambos mantêm os lugares que tinham há um ano, mas a diferença estreitou-se: era de 14 mil milhões de dólares em 2016. A terceira posição continua a pertencer a Warren Buffett, para quem os mercados têm sido generosos. A sua fortuna subiu de 65,5 para 78 mil milhões de dólares.

Num top ten no qual não consta qualquer mulher, todos os protagonistas são repetidos, mas não a ordem. Michael Bloomberg, que era sexto há um ano, está agora na oitava posição, ultrapassado por ambos os irmãos Charles e David Koch, do conglomerado empresarial Koch Industries.

Em termos gerais, a riqueza dos mais ricos aumentou, o que fez com que o "preço" para entrar neste exclusivo clube de 400 bilionários subiu 18% num ano, para 2 mil milhões de dólares, o mínimo de fortuna que permitiu chegar a esta tabela. Nos 400, há 22 estreantes, dos quais 14 são empreendedores que fundaram os seus próprios negócios do zero.

O maior destaque, pela negativa, veio do agora presidente norte-americano. A riqueza de Donald Trump caiu perto de 600 milhões de dólares num ano, para 3,1 mil milhões de dólares, levando a uma descida de 92 posições de um ano para o outro. Em 2017, Trump é a 248.ª pessoa mais rica dos EUA. Segundo as estimativas da Forbes, o património do presidente desvalorizou 31% em dois anos. As razões avançadas para esta perda são o mercado imobiliário em Nova Iorque, processos judiciais e os custos elevados da sua campanha eleitoral para a presidência.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
General Ciresp Há 13 horas

O Trump sem o seu conselheiro e como uma galinha sem cabeca.Ja agora,sabera alguem dizer por onde para o conselheiro de Trump?Sempre critico na analisie que fazia,mas sempre de coracao aberto para com os seus conterraneos.

Saber mais e Alertas
pub