Conjuntura Fórum para a Competitividade: Economia portuguesa poderá ter crescido 3,2% no segundo trimestre

Fórum para a Competitividade: Economia portuguesa poderá ter crescido 3,2% no segundo trimestre

O Fórum para a Competitividade espera uma nova aceleração da economia portuguesa no segundo trimestre, projectando um crescimento homólogo entre 2,8% e 3,2%.
Fórum para a Competitividade: Economia portuguesa poderá ter crescido 3,2% no segundo trimestre
Miguel Baltazar/Negócios
Nuno Carregueiro 28 de julho de 2017 às 16:47

O PIB de Portugal terá registado um crescimento entre 2,8% e 3,2% no segundo trimestre deste ano, face ao período homólogo, de acordo com as estimativas do Fórum para a Competitividade, publicadas na nota de conjuntura de Julho que foi divulgada esta sexta-feira, 28 de Julho.

 

Apesar de o ponto médio da projecção ser de 3%, esta será das primeiras entidades a admitir um crescimento acima desta fasquia para o segundo trimestre do ano. Para a variação em cadeia (face aos primeiros três meses do ano) a estimativa aponta para um crescimento entre 0,3% e 0,6% em cadeia.

 

Depois de o PIB ter crescido 2,8% no primeiro trimestre, o crescimento mais elevado em 10 anos, o Fórum para a Competitividade dá como quase certa uma nova aceleração da economia nacional. "Os indicadores avançados já disponíveis praticamente para a totalidade do segundo trimestre confirmam uma nova aceleração – algo que de resto é comum também nos restantes países da área do euro", refere a nota.

 

No que diz respeito aos indicadores reais, apenas disponíveis até ao mês de Maio, a "informação é igualmente positiva", destacando-se a aceleração das vendas a retalho e principalmente das vendas de automóveis comerciais, confirmando ambas o bom ‘momentum’ do consumo e investimento privado".

 

Acrescenta que "grande parte do contributo positivo deverá vir novamente do investimento privado e das exportações, que estarão a beneficiar da pujança dos principais parceiros económicos que pertencem á área do euro, e da variação de existências que deverá compensar a queda do primeiro trimestre".

 

Para a totalidade do ano, o Fórum aponta para um crescimento do PIB entre 2,5% e 2,8%, o que também representa uma das projecções mais optimistas entre as entidades que acompanham a economia portuguesa.

 

"O primeiro semestre deverá ser o mais forte do ano, com o crescimento médio a rondar os 3%, sendo provável que próximos trimestres registem uma desaceleração do homólogo, já que o termo de comparação com o final do ano passado será menos favorável", alerta o Fórum.

 

O INE publicará os dados do PIB do segundo trimestre em meados de Agosto.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub