Mundo Furacão Irma já provocou nove mortos e deixa um rasto de devastação

Furacão Irma já provocou nove mortos e deixa um rasto de devastação

A passagem do furacão Irma está a deixar um rasto de destruição por onde passa. Já provocou, pelo menos, nove mortos e espalhou a devastação pelas Caraíbas.
Furacão Irma já provocou nove mortos e deixa um rasto de devastação
Reuters
Negócios 07 de setembro de 2017 às 09:07

O furacão Irma, um dos mais poderosos no Atlântico no último século, já provocou a morte a, pelo menos, nove pessoas, revela a BBC, tendo espalhado destruição por onde passou.

 

A passagem do Irma pela pequena ilha de Barbuda, onde vivem cerca de 1.800 pessoas, diz ter deixado esta zona praticamente inabitável. Do número de mortos confirmados, um deles foi registado em Barbuda, de acordo com a Reuters. O primeiro-ministro, Gaston Browne, diz que cerca de 95% dos edifícios sofreram danos, sendo que 50% da população terá mesmo ficado sem casa. Um outro morto foi reportado em Barbados.

 

Fontes oficiais adiantam que St. Martin está praticamente toda destruída, tendo a passagem do furacão provocado a morte a, pelo menos, seis pessoas em St. Martin e em St. Barthelemy, segundo informação veiculada por fonte do governo francês. De acordo com a informação que está a ser veiculada, 95% da ilha de St. Martin ficou destruída.


As autoridades alertam para a possibilidade de aumento do número de mortos.

 

Passando por estas ilhas, o furacão Irma dirigiu-se a Porto Rico, tendo deixando metade da região sem energia.

O furacão Irma ameaça hoje a República Dominicana com ventos de 290 quilómetros por hora, depois de ter passado pela ilha de Porto Rico, informou o Centro norte-americano de Furacões. De acordo com o último boletim do Centro de Furacões, "olho do Irma deixou Porto Rico hoje de manhã, ameaçando agora a República Dominicana. Passará junto às ilhas Turcas e Caicos e no sudeste das Bahamas à noite".


Entretanto, além do Irma, já há mais dois furacões a progredir no Oceano Atlântico, depois das tempestades José e Katia passarem a esta categoria.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub