Economia Garzón, Snowden, Farage e Moro vão às Conferências do Estoril

Garzón, Snowden, Farage e Moro vão às Conferências do Estoril

O Estoril vai receber vários magistrados mundialmente conhecidos pela investigação de processos de corrupção a 29 e 30 de Maio. Edward Snowden, Nigel Farage e Oliver Stone também vão estar presentes.
Garzón, Snowden, Farage e Moro vão às Conferências do Estoril
Bruno Simões 12 de janeiro de 2017 às 12:29

O polémico juiz espanhol Baltazar Garzón e o juiz brasileiro Sérgio Moro (na foto), responsável pela operação Lava Jato, vão marcar presença num dos painéis das Conferências do Estoril, que se realizam a 29 e 30 de Maio. No mesmo painel marcam ainda presença o procurador italiano Antonio Di Pietro, que participou, enquanto procurador, no processo de corrupção Mãos Limpas, e o juiz português Carlos Alexandre. 

 

Garzón investigou diversos casos de corrupção e terrorismo e lidera actualmente a defesa de Julian Assange, fundador da Wikileaks, que está exilado na embaixada do Equador, em Londres. 

 

O anúncio foi feito esta manhã, num encontro da câmara de Cascais com a imprensa para apresentar o plano de actividades para 2017. O vice-presidente da autarquia, Miguel Pinto Luz, explicou que o tema das conferências é a "Migração Global". Confirmada está também a presença de Nigel Farage, o ex-líder do partido nacionalista britânico UKIP. 

 

Adicionalmente, também foi avançada a participação de Edward Snowden, o ex-analista da NSA que divulgou milhares de documentos que expuseram diversos programas de vigilância à escala global. Edward Snowden está refugiado na Rússia e deverá participar através de vídeo-conferência.

 

Também vêm às Conferências do Estoril a activista grega Lora Pappa, o realizador norte-americano Olivier Stone (que dirigiu o filme Snowden, que estreou no ano passado) e a advogada e activista saudita Sofana Dahlan. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub