Economia Gastos do Estado com advogados duplicaram em seis anos

Gastos do Estado com advogados duplicaram em seis anos

As contas são do Jornal de Notícias, segundo o qual os organismos públicos gastaram em média 15,2 milhões de euros por ano em contratação de assessoria jurídica entre 2014 e 2016. São mais 4,9 milhões que no triénio anterior e quase o dobro do que entre 2008 e 2010.
Gastos do Estado com advogados duplicaram em seis anos
Sara Matos
Negócios 27 de novembro de 2017 às 09:52

Os números são apurados com base nos dados constantes no portal Base, e poderá pecar por defeito, uma vez que muitos serviços do Estado não publicam os seus procedimentos de aquisição de bens e serviços no portal dos contratos públicos. Por outro lado, porque a pesquisa foi efectuada com base nos números de contribuinte das principais sociedades de advogados, o que poderá ter deixado de fora ainda mais alguns contratos.

 

Segundo as conclusões, publicadas na edição desta segunda-feira, 27 de Novembro, do Jornal de Notícias (JN), a média de contratos celebrados entre 2014 e 2016 foi de 891, mais 168 do que no triénio 2011/13 e mais 264 do que entre 2008 e 2010.

 

Ainda segundo as contas do JN, o ano em que os serviços públicos mais gastaram com assessoria jurídica foi 2015, com 18,4 milhões de euros em 300 contratos.




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Carlos Rocha Há 2 semanas

Tudo negócios e negociatas sediados e localizados na capital da corrupção!.....

AA Há 2 semanas

A SÉRVULO FEZ O CÓDIGO DOS CONTRATOS PÚBLICOS QUE TORNOU O AJUSTE DIRECTO REGRA, DA QUAL ELES PRÓPRIOS BENEFICIARAM ABUNDANTEMENTE. O BANCO DE PORTUGAL CONTRATA JURISTAS POR CUNHA E DEPOIS PAGA MILHÕES À VIEIRA DE ALMEIDA EM OPERAÇÕES DE "ASSESSORIA" A BANCOS FALIDOS/RESGATADOS. O TUGA PAGA TUDO.

AA Há 2 semanas

ABRIRAM MILHARES DE PRIVADAS (CATÓLICAS, LUSÍADAS, AUTÓNOMAS, ETC.) ONDE FILHOS E AMIGOS MEDÍOCRES TIRAM "CURSOS" E DEPOIS VÃO TODOS PARAR AOS "GRANDES" ESCRITÓRIOS ONDE SÃO SUSTENTADOS POR TODOS NÓS COM ESTES ROUBOS. VIEIRA DE ALMEIDA, SÉRVULO CORREIA, PLMJ, GARRIGUES, URÍA PROENÇA, MLGTS, ETC.

Anónimo Há 2 semanas

Amigos, amigos e mais amigos.
O negócio corre bem.
O erário público paga.

pub