Américas General Motors responde às críticas de Trump

General Motors responde às críticas de Trump

Após o ultimato publicado por Donald Trump no Twitter, a produtora automóvel responde às críticas relativas à sua actividade de produção no México.
General Motors responde às críticas de Trump
Negócios 03 de janeiro de 2017 às 15:41

O presidente eleito norte-americano criticou a General Motors pela produção do seu modelo Chevy Cruze no México, que é depois vendido nos Estados Unidos. Juntamente com a observação, Trump ameaçou que, caso a GM não passasse a produção do veículo para os EUA, seria sujeito ao pagamento de altas taxas alfandegárias.

 

"A General Motors produz o Chevrolet Cruze em Lordstown, Ohio", afirma o fabricante. Já o Chevrolet Cruze de cinco portas, com fracas vendas nos Estado Unidos e com destino ao mercado global, tem o seu processo de fabrico sediado no México.

 

O confronto entre Trump e a General Motors poderá relacionar-se com o plano de corte da produção em duas unidades nos Estados Unidos no passado mês de Novembro, refere o Financial Times.

 

A mesma fonte refere que, apesar das críticas, Donald Trump nomeou Marry Barra, director executivo da GM, para o painel económico e de criação de emprego.


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub