Mercados Governo autoriza IGCP a emitir obrigações até 20 mil milhões de euros

Governo autoriza IGCP a emitir obrigações até 20 mil milhões de euros

A agência que gere a dívida pública nacional já tem luz verde para o plano de financiamento deste ano. No limite, o IGCP poderá emitir até 20 mil milhões de euros em obrigações do Tesouro. E a emissão de certificados poderá aumentar em quatro mil milhões de euros.
Governo autoriza IGCP a emitir obrigações até 20 mil milhões de euros
Pedro Elias/Negócios
Sara Antunes 08 de janeiro de 2018 às 11:23

A resolução do Conselho de Ministros que autoriza a emissão de dívida pública foi publicada esta segunda-feira, 8 de Janeiro, em Diário da República. Nesta resolução, o Governo dá luz verde para que o IGCP programe o financiamento do Estado para este ano.

 

Assim, fica determinado que o IGCP poderá emitir até 20 mil milhões de euros em obrigações do Tesouro, cuja maturidade não pode exceder os 50 anos, explica o documento publicado. Este valor é superior ao do ano passado, período em que o IGCP admitiu emitir entre 14 e 16 mil milhões de euros através de OT.

 

Além da emissão de Obrigações do Tesouro, o IGCP fica também autorizado a emitir bilhetes do Tesouro até 17 mil milhões de euros.

 

Quanto aos Certificados de Aforro e do Tesouro Poupança Crescimento, a agência liderada por Cristina Casalinho está autorizada a emitir até quatro mil milhões de euros.

 

O IGCP está ainda autorizado a emitir "outra dívida pública fundada", ou seja, de longo prazo, até um montante máximo de 10 mil milhões de euros.

 

O plano de financiamento de 2018 ainda não é conhecido, devendo ser publicado nos próximos dias pelo IGCP.




A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
General Ciresp Há 1 semana

Os sequiosos a dizerem que "AUTORIZAM".E ja dizem quantos rectficativos querem para este ano,todavia para mim isto vai ser 2x este valor.

Carrega Geringonça! Há 1 semana

A enterrar-nos cada vez mais caindo no engodo dos juros baixos pq o BCE e as ag´s de rating querem recuperar o sist financeiro à custa do endividamento público na UE e dando cabo das poupanças das pessoas e das famílias. Carrega!

Anónimo Há 1 semana

Estamos num mundo de malucos... Aonde e que isto vai parar com este tipo de gestão??

Anónimo Há 1 semana

Paga divida contrai nova .Ilusionismo puro?Troca divida externa por interna?Saiam o valor em euros da tao afamada divida publica e da estruturada.Deixem-se de parcialidades ,contem tudinho ,pois isto é poucochinho.

ver mais comentários
pub