Política Governo catalão diz que não pode aceitar coordenação policial por Madrid

Governo catalão diz que não pode aceitar coordenação policial por Madrid

Jordi Turull, porta-voz do governo autónomo da Catalunha, disse que quem está fora do quadro legal é o Ministério Público ao colocar a sua polícia sob coordenação do Ministério do Interior.
Governo catalão diz que não pode aceitar coordenação policial por Madrid
Reuters
Lusa 24 de setembro de 2017 às 13:31

O porta-voz do governo autónomo catalão (Generalitat), Jordi Turull, disse este domingo, acerca da instrução judicial que coloca a polícia autonómica sob coordenação do Ministério do Interior, que "não se pode aceitar" porque "não há base jurídica".

 

"Eles podem entrar na Generalitat, mas não vamos facilitar", sublinhou Jordi Turull, citado pela agência noticiosa Efe.

 

"A lei é muito clara: a direcção máxima dos Mossos d’Esquadra [polícia autonómica catalã] compete ao governo, não há espaço para qualquer interpretação, é assim", afirmou Turull à emissora de rádio catalã Rac1, acrescentando que "quem está fora do quadro legal é o Ministério Público", que ordenou a coordenação.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 24.09.2017

Com ou sem referendo, a Catalunha já é uma Nação com laços de amizade com todos os povos, em Paz, Justiça e desenvolvimento económico.

pub