Economia Governo cria nova secretaria de Estado para a Protecção Civil

Governo cria nova secretaria de Estado para a Protecção Civil

Eduardo Cabrita, que substituirá Constança Urbano de Sousa na Administração Interna, deverá ter três secretários de Estado, um deles com a pasta da Protecção Civil, avança o Público na sua edição desta sexta-feira, 20 de Outubro.
Governo cria nova secretaria de Estado para a Protecção Civil
Movenoticias
Negócios 20 de outubro de 2017 às 09:28

A Protecção Civil deverá voltar a estar individualizada numa secretaria de Estado com o novo ministro que assumirá a pasta da Administração Interna. Segundo o Público, passarão a ser três os secretários de Estado que trabalharão com Eduardo Cabrita, que tomará posse este sábado, 19 de Outubro, juntamente com Pedro Siza Vieira, que o substituirá no cargo de ministro adjunto do primeiro-ministro.

 

Com a criação de uma secretaria de Estado para a Protecção Civil, o Governo estará a dar resposta a uma das indicações do relatório da Comissão Técnica Independente que avaliou os incêndios e que apontava para a criação de uma estrutura política responsável por esta área.

 

Eduardo Cabrita terá como missão lançar a reforma das políticas de combate e prevenção de incêndios em Portugal, não estando ainda claro que manterá as competências que tinha até agora ao nível da descentralização de competências para as autarquias.

 

No Conselho de Ministros de sábado serão aprovadas várias resoluções com vista a cumprir as recomendações do relatório da Comissão Técnica Independente sobre os incêndios de Pedrógão Grande.




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado JCG Há 1 dia

2 medidas que o Ministério devia tomar no imediato:
1ª com o apoio de especialistas devia editar e lançar uma brochura com recomendações e ilustrações sobre a reconstrução de casas que as tornassem menos combustíveis e mais resistentes ao fogo (tal como em regiões sísmicas há requisitos na construção anti-sismo). De contrário, as pessoas vão recuperar as casas ardidas nos mesmos moldes que elas estavam fazendo o que sabem e o habitual;
2ª igualmente com recurso a conhecimento existente, editar e lançar uma brochura com recomendações para as pessoas se protegerem em caso de incêndio.
Medida para o mês seguinte:
Iniciar um programa de formação e recrutamento de bombeiros profissionais para dotar cada uma das corporações com uma equipa de 10 a 20 bombeiros profissionais dedicados em 1º lugar à prevenção de incêndios, devendo patrulhar e fiscalizar o seu território, se necessário com a GNR, impondo acções quer de evitação e limitação de incêndios quer de auto-proteção de residentes.

comentários mais recentes
Aumenta a mama Há 1 dia

Aumenta a gordura do estado. Desconta Zé.

JCG Há 1 dia

2 medidas que o Ministério devia tomar no imediato:
1ª com o apoio de especialistas devia editar e lançar uma brochura com recomendações e ilustrações sobre a reconstrução de casas que as tornassem menos combustíveis e mais resistentes ao fogo (tal como em regiões sísmicas há requisitos na construção anti-sismo). De contrário, as pessoas vão recuperar as casas ardidas nos mesmos moldes que elas estavam fazendo o que sabem e o habitual;
2ª igualmente com recurso a conhecimento existente, editar e lançar uma brochura com recomendações para as pessoas se protegerem em caso de incêndio.
Medida para o mês seguinte:
Iniciar um programa de formação e recrutamento de bombeiros profissionais para dotar cada uma das corporações com uma equipa de 10 a 20 bombeiros profissionais dedicados em 1º lugar à prevenção de incêndios, devendo patrulhar e fiscalizar o seu território, se necessário com a GNR, impondo acções quer de evitação e limitação de incêndios quer de auto-proteção de residentes.

g Há 1 dia

Olha se poes a secretaria num sitio visivel se possivel em cima de um pinhero queimado com 1 boa gaja atraz dela q e para quem passa faca de conta q esta a prestar um minuto de silencio as atrocidades por vos cometidas.Sinceramente nao sei que mais tendes de fazer para que o selfie vos mande a pesca

pub