Economia Governo e Câmara de Lisboa chegam a acordo para resolver conflitos

Governo e Câmara de Lisboa chegam a acordo para resolver conflitos

Memorando de entendimento coloca fim a diversos processos que a Câmara de Lisboa e o Governo tinham entre si.
Negócios 20 de julho de 2012 às 21:35
O Ministério das Finanças anunciou hoje que o Governo e a Câmara Municipal de Lisboa celebraram hoje um Memorando de Entendimento que inclui a resolução de diversos processos.

No comunicado o Governe refere que alguns destes processos já tinham décadas e que impunham custos financeiros e operacionais a ambas as partes, pelo que do acordo resultam “benefícios significativos para as partes”.

São estes os cinco pontos do acordo:

- Resolução do contencioso existente sobre os terrenos do Aeroporto de Lisboa;

- A assunção pela CML da gestão, conservação e manutenção urbana do Parque das Nações, acompanhada da transferência para o município dos bens e infraestruturas correspondentes bem como da regularização das situações pendentes junto da Parque Expo;

- A propriedade dos terrenos do Centro Cultural de Belém;

- O uso pela CML do Arco da Rua Augusta, permitindo a sua abertura aos cidadãos da cidade de Lisboa e desenvolvendo o seu Turismo;

- O retomar de negociações entre a EPAL e a CML que permitam àquela empresa assumir a gestão e a exploração do saneamento em baixa na cidade de Lisboa, bem como a regularização das situações da CML junto da SIMTEJO.




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Alpreade 21.07.2012

Fiquei a pensar para com os meus botões:
Porque raio vai o estado assumir mais dividas e logo 286 milhões, numa altura de vacas magras?

Mas creio que a explicação será simples. É a forma de garantir a maximização do encaixe financeiro com a ANA.!

Naturalmente o aeroporto de Lisboa é o maior ativo da ANA, se houvesse dúvidas jurídicas sobre o mesmo, o preço de venda seria bem mais baixo,

Por isso a câmara consegue um encaixe tão significativo, porque certamente o governo negociou em desepero.

Vitória de António Costa mais uma derrota para o Governo e para todos nós contribuintes

Moreno 21.07.2012

Olha-me só para este desenho.
Tiras do bolso esquerdo e metes no bolso direito.
De quem é o dinheiro do Estado?
De quem é o dinheiro da Câmara?
Quem paga impostos?
Quem paga as Taxas Camaràrias?
Diferença entre PS PSD CDS/PP?
Uns Roubam por esticão, os outros de quaquer maneira.
Não interessa se não és de Lisboa és roubado na mesma.

Anónimo 20.07.2012

Não sou de Lisboa mas gostaria de entender porque faz o governo CDS/PSD um favor de milhões ao Presidente PS da CML.
Agradeço que expliquem.
Obrigado

pub