Economia Governo espanhol oferece aumento até 7,25% à Função Pública em três anos

Governo espanhol oferece aumento até 7,25% à Função Pública em três anos

Governo e sindicatos ainda não chegaram a um acordo, já que a proposta do Executivo fica aquém das pretensões dos trabalhadores, que exigem uma subida até 20%.
Governo espanhol oferece aumento até 7,25% à Função Pública em três anos
Angel Navarrete/Bloomberg
Negócios 20 de setembro de 2017 às 12:27

O governo espanhol apresentou uma proposta para aumentar os salários da Função Pública até 7,25% nos próximos três anos, um valor que fica aquém do pretendido pelos sindicatos.

De acordo com o Expansión, numa reunião realizada na terça-feira, o executivo apresentou a proposta de realizar uma subida máxima de 7,25%, um valor que compreende uma parcela fixa e outra variável, em função do crescimento económico do país.

Fontes da negociação com os sindicatos indicaram à publicação espanhola que o ponto de partida, para 2018, será de 1,5%, a que acresce uma subida variável de 0,25% caso seja alcançado o objectivo do PIB, e de 0,5% se esse objectivo for superado em cinco décimas.

Para o ano seguinte, a subida fixa seria de 1,75% com uma variável entre 0,5% e 0,75%, e para 2020, um aumento de 2%, com uma variável da mesma ordem.  

Os objectivos do Executivo liderado por Mariano Rajoy apontam para um crescimento do PIB de 3% em 2018, 2,6% em 2019 e 2% em 2020.

Os sindicatos pretendiam um aumento até 20% - o equivalente ao poder de compra que consideram ter perdido desde 2010 – pelo que não foi possível chegar a um acordo, podendo as partes voltar à mesa das negociações esta quarta-feira.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
pertinaz Há 3 dias

ESTES TAMBÉM SABEM-NA TODA E VÃO GANHAR VOTOS...

A DIFERENÇA PARA PORTUGAL É QUE TÊM UMA ECONOMIA A CRESCER A SÉRIO E NÃO TÊM UMA DÍVIDA PÚBLICA À PORTUGUESA...!!!

Johnny Há 3 dias

Seria mais justo haver um aumento pecuniário igual para todos.
Os procos gordos dos escalões mais altos que ganham 3000, 5000 euros para que é que precisam de um aumento de 8% ???
Enquanto se todos fossem aumentados 100 euros fazia uma grande diferença a quem ganha 600 euros...

pub