Economia Governo estima prejuízos de 500 milhões de euros nos incêndios

Governo estima prejuízos de 500 milhões de euros nos incêndios

Os incêndios que afectaram a zona centro do país terão provocado prejuízos no valor de quase 500 milhões de euros, avança a RTP, que cita um relatório do Governo.
Governo estima prejuízos de 500 milhões de euros nos incêndios
Reuters
Negócios 03 de julho de 2017 às 11:46

Os incêndios que afectaram a zona centro do país terão atingido 491 casas e provocado prejuízos de 497 milhões de euros, avança a RTP, que cita um relatório do Governo a que teve acesso. 
 
Segundo a estação pública de televisão, entre as casas afectadas, 169 eram de primeira habitação e 205 de segunda. O Executivo contabilizou ainda 49 empresas afectadas, com implicações directas em 374 postos de trabalho. 

O relatório que a RTP cita, assinado pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, prevê que os danos imediatos que precisam de uma resposta de emergência estão avaliados em 193 milhões de euros e repartem-se por várias áreas: habitações particulares, floresta, actividades económicas, agricultura, infraestruturas, equipamentos municipais, rede viária nacional e protecção civil.

 

Segundo o mesmo relatório, as medidas previstas para avançar de imediato representam 38% do custo total apurado.


Entretanto o Executivo já publicou o relatório, no portal do Governo, que está aqui disponível

(Notícia em actualização)




A sua opinião11
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 2 semanas

Um aumento da dívida dos excedentários, corruptos e demais criminosos despesistas de quase 10 mil milhões de euros face a Maio do ano passado, mas os Kamov estão em terra, os aviões de combate a incêndios no estrangeiro, e o muro de betão armado mais o sistema de alarme e video-vigilância em parte incerta, tal como as armas de guerra roubadas ao Exército Português. As próprias ambulâncias do INEM durante o período da noite também não se veem em boa parte do país. Força Costa! Força Centeno! É a dupla maravilha deste nosso Poortugal.

comentários mais recentes
jose Há 2 semanas

o valor do prejuízo é mesmo muito conveniente!...é que a UE só ajudas os países nas catástrofes cujo prejuízo seja de 500 milhões!...até esse valor suportam os governos nacionais! hehehe

Chega Há 2 semanas

É confrangedor olhar para os responsáveis politicos nestas âreas tal o apêgo ao lugar

Anónimo Há 2 semanas

não será dinheiro a mais?
dá para abater no défice?
É SÓ AMADORES!
DESDE O CHEFE DO ESTADO MAIOR DO EXÉRCITO QUE DEVERIA TER POSTO O LUGAR Á DISPOSIÇÃO ANTES DE EXONERAR OS OUTROS, PASSANDO PELO SIRESP E PJ DO RAIO.
SE UM DIA HOUVER UM PROBLEMA GRAVE NESTE PAIS, VAI SER BONITO.
DEESCPE DR COSTA MAS DESTA VEZ NÃO ESTEVE BEM!

Anónimo Há 2 semanas

CRIADOR DE TOUROS.
PODERIA EXPLICAR PARA OS MAIS DISTRAÍDOS, QUEM É HELENA MATOS E AO SERVIÇO DE QUEM, ESTÁ O "OBSERVADOR"!

ver mais comentários
pub