Economia Governo estima prejuízos de 500 milhões de euros nos incêndios

Governo estima prejuízos de 500 milhões de euros nos incêndios

Os incêndios que afectaram a zona centro do país terão provocado prejuízos no valor de quase 500 milhões de euros, avança a RTP, que cita um relatório do Governo.
Governo estima prejuízos de 500 milhões de euros nos incêndios
Reuters
Negócios 03 de julho de 2017 às 11:46

Os incêndios que afectaram a zona centro do país terão atingido 491 casas e provocado prejuízos de 497 milhões de euros, avança a RTP, que cita um relatório do Governo a que teve acesso. 
 
Segundo a estação pública de televisão, entre as casas afectadas, 169 eram de primeira habitação e 205 de segunda. O Executivo contabilizou ainda 49 empresas afectadas, com implicações directas em 374 postos de trabalho. 

O relatório que a RTP cita, assinado pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, prevê que os danos imediatos que precisam de uma resposta de emergência estão avaliados em 193 milhões de euros e repartem-se por várias áreas: habitações particulares, floresta, actividades económicas, agricultura, infraestruturas, equipamentos municipais, rede viária nacional e protecção civil.

 

Segundo o mesmo relatório, as medidas previstas para avançar de imediato representam 38% do custo total apurado.


Entretanto o Executivo já publicou o relatório, no portal do Governo, que está aqui disponível

(Notícia em actualização)




A sua opinião11
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 03.07.2017

Um aumento da dívida dos excedentários, corruptos e demais criminosos despesistas de quase 10 mil milhões de euros face a Maio do ano passado, mas os Kamov estão em terra, os aviões de combate a incêndios no estrangeiro, e o muro de betão armado mais o sistema de alarme e video-vigilância em parte incerta, tal como as armas de guerra roubadas ao Exército Português. As próprias ambulâncias do INEM durante o período da noite também não se veem em boa parte do país. Força Costa! Força Centeno! É a dupla maravilha deste nosso Poortugal.

comentários mais recentes
jose 03.07.2017

o valor do prejuízo é mesmo muito conveniente!...é que a UE só ajudas os países nas catástrofes cujo prejuízo seja de 500 milhões!...até esse valor suportam os governos nacionais! hehehe

Chega 03.07.2017

É confrangedor olhar para os responsáveis politicos nestas âreas tal o apêgo ao lugar

Anónimo 03.07.2017

não será dinheiro a mais?
dá para abater no défice?
É SÓ AMADORES!
DESDE O CHEFE DO ESTADO MAIOR DO EXÉRCITO QUE DEVERIA TER POSTO O LUGAR Á DISPOSIÇÃO ANTES DE EXONERAR OS OUTROS, PASSANDO PELO SIRESP E PJ DO RAIO.
SE UM DIA HOUVER UM PROBLEMA GRAVE NESTE PAIS, VAI SER BONITO.
DEESCPE DR COSTA MAS DESTA VEZ NÃO ESTEVE BEM!

Anónimo 03.07.2017

CRIADOR DE TOUROS.
PODERIA EXPLICAR PARA OS MAIS DISTRAÍDOS, QUEM É HELENA MATOS E AO SERVIÇO DE QUEM, ESTÁ O "OBSERVADOR"!

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub