Finanças Públicas Governo omisso sobre 40% da austeridade
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Governo omisso sobre 40% da austeridade

O Executivo promete reduzir o saldo estrutural no Programa de Estabilidade e para 2017 o objectivo parece alcançável. Já para 2018 e 2019, o documento é pouco informativo. No conjunto dos três anos, 40% da austeridade prometida não está especificada.
Governo omisso sobre 40% da austeridade
Miguel Baltazar

Governo promete um esforço acumulado de redução estrutural do défice de cerca de 3.000 milhões de euros entre 2017 e 2019, mas especifica apenas 1.750 milhões de euros. Ou seja, quase 40% do esforço

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 18.04.2017

Como é óbvio, este governo prossegue as orientações do anterior e continuará a realizar medidas de austeridade. Como se percebe, compra a paz social dando uns aumentos e umas migalhas, para ,sem que se perceba, usem as taxas para suportar estes custos parecendo que está tudo bem. Viva o défice 0%!

Governo omisso sobre 40% da austeridade 18.04.2017

Isso é o elefante no meio da sala que "ninguém " vê...
Os ilusionistas dos geringonças ( esquerda e direita) acham que conseguem enganar o povo o tempo todo.
Os amigos dos bancos já têm os seus problemas resolvidos, imparidades e roubos,
Os tugas são mulas de carga que tudo pagam sem piar.

DJ viajante 18.04.2017

Porque não acreditar mas tenho muitas duvidas a medio/longo prazo que resulte sem reformas profundas.

Anónimo 18.04.2017

A escumalha que tomou o poder de assalto nas últimas eleições que perdeu, julga que o produto dos actos de pilhagem e de extorsão continuadas que se habituaram a dirigir ao Estado e à economia portuguesas está todo garantido ad eternum. A estupidez é atrevida e a ignorância por vezes é uma bênção. Já o era em 2009.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub