Orçamento do Estado Governo prevê baixar dívida para 123,5% no próximo ano

Governo prevê baixar dívida para 123,5% no próximo ano

O Executivo espera boas notícias tanto para 2017 como para 2018 num dos indicadores para onde as agências de "rating" mais olham quando avaliam a capacidade do país pagar dívidas.
Governo prevê baixar dívida para 123,5% no próximo ano
Reuters
Marta Moitinho Oliveira 12 de outubro de 2017 às 14:07

O Executivo prevê uma redução da dívida pública de 126,7% este ano para 123,5% do PIB, sabe o Negócios. Os valores deverão constar do Orçamento do Estado para 2018, que o Governo espera aprovar esta quinta-feira no Conselho de Ministros. A projecção preliminar do Executivo traz boas notícias tanto para 2017 como para 2018, no que respeita à trajectória da dívida.

É que para este ano, o Governo esperava um rácio da dívida pública igual a 127,7% do PIB, uma marca anunciada por Mário Centeno a 25 de Agosto na sequência de um bom desempenho na execução orçamental até Julho. Este era um número já melhor do que o oficialmente assumido até então (127,9%), mas agora o Executivo aponta para um resultado ainda melhor (126,7%), até porque em 2016 a dívida ficou em 130,1%.

A explicar esta melhoria estará o facto de as contas públicos apontarem para saldos primários positivos e uma economia a crescer acima do esperado, permitindo encaixar o impacto o peso dos juros.

Para 2018, o Governo volta a contar com uma redução da dívida pública de 3,2 pontos percentuais, para 123,5% do PIB. Apesar da redução, o Fundo Monetário Internacional aponta para uma dívida igual a 122,5% no próximo ano, mais baixa do que o rácio indicado pelo Executivo.

A dívida pública é um dos indicadores que as agências de "rating" mais acompanham para avaliar a capacidade do país pagar as suas dívidas.




A sua opinião27
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado surpreso Há 1 semana

Neste pasquim do PS,deitam-se foguetes ANTES,DURANTE E DEPOIS.Sem pudor!

comentários mais recentes
Os Saudosistas do Diabo Há 5 dias

Por muito que a Geringonça eleve o País á mais elevada Torre dos Deuses estarão os Saudosistas do Diabo a Deturpar Tudo, preferindo um Portugal desgraçado mas com o Diabo,a um País de Sucesso com a Geringonça, estranho é que tenham sempre uma Televisão,1 Jornal,1 Rádio, não há injenuidades, nem cas

TecnoCalotes Há 6 dias

E assim vai ao ar a última barricada pafiosa...

Anónimo Há 1 semana

É uma tristeza que gentalha PAF(ienta) como o surpreso, pertinaz, pierre ghost entre outros só fique feliz com as más notícias e a desgraça de Portugal!

Estão raivosos com o fim das 'migalhas', que a corja de PPC e seus seguidores ultra neo liberais, que tomou conta do (P)artido (S)ocial (D)emocrata nos últimos anos, lhes pagavam e que agora vai levar uma vassourada...

Não sejam piegas, emigrem seus fdp!

ahah Há 1 semana

Há aqui um grupinho de "artistas" que me fazem lembrar os famosos " velhos do restelo" encabeçados pelo Pertinaz e pelo Ghost que so dizem baboseiras, depois vem o Criador de Touros que por ser monarquico eu entendo as suas posiçoes mas nao concordo, e depois ha ignorancia em muitos coment arios.

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub