Economia Governo quer alargar quotas para mulheres a ordens e universidades
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Governo quer alargar quotas para mulheres a ordens e universidades

A proposta que estabelece quotas para dirigentes do Estado também impõe uma representação mais equilibrada de género nas universidades e nas ordens profissionais. Mas o diploma ainda terá de passar pelo Parlamento.
Governo quer alargar quotas para mulheres a ordens e universidades
Bruno Simão/Negócios
Catarina Almeida Pereira 09 de março de 2018 às 06:00

A proposta de lei do Governo que introduz quotas para os dirigentes superiores do Estado, a partir do próximo ano, também abrange as universidades e as associações públicas, como ordens profissionais.

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Anónimo 09.03.2018

Assim de repente, lembro-me que há muito mais professoras que professores, mais enfermeiras que enfermeiros e agora até mais médicas do que médicos. Nas carreira técnica superior há mais mulheres do que homens. Só não há mais mulheres do que homens nos militares, policias, diplomatas e pouco mais!

anonimo 09.03.2018

O governo continua a dar um atestado de burrice às mulheres e estas ficam todas contentes. Desculpem - me aquelas que não se reveem nestas medidas.As mulheres são respeitadas na AP.As quotas deveriam diminui , mas para os boys, esses sim tiram o lugar ao mérito. São um cancro na nossa AP.Boy=tacho

policia/GNR, militares velhinhos 60 anosS/Corte 09.03.2018

AS MULHERES PODEM IR PRA TROPA E FAZER COMPANHIA AOS 300 GENERAIS QUE GANHAM 5.000€ MES A BRINCAR AS GUERRAS VIRTUAIS

JCG 09.03.2018

Ordens profissionais? eis uma coisa perfeitamente inútil - que, pelos vistos, servem para dar notoriedade a uns figurões e uns cobres também (constou que o Rui Rio embolsava 20 e tal mil euros por ano como membro da mesa da assembleia da ordem dos contabilistas) -. Acabe-se com elas.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub