Grécia: Primeiras projecções dão a vitória à Nova Democracia mas sem maioria
06 Maio 2012, 17:11 por Jornal de Negócios Online | negocios@negocios.pt
3
Enviar por email
Reportar erro
0
Na Grécia as urnas já fecharam. As primeiras projecções dão a vitória ao partido de direita Nova Democracia mas sem maioria absoluta. O PASOK caiu para terceiro lugar superado pela Coligação de Esquerda Radical (Syriza).
Os dados avançados pelo jornal "Athens News" indicam que o partido liderado por Antonis Samaras obteve entre 17% e 20% dos votos.

A surpresa será a queda do PASOK para terceiro lugar, superado pela Coligação de Esquerda Radical.

As primeiras projecções indicam que os socialistas obtiveram entre 14% e 17% dos votos.
Já a Coligação de Esquerda Radical, liderada pelo mais jovem político grego, Alexis Tsipras, de 37 anos obteve entre 15,5% e 18,5%.

O líder do PASOK recusou-se, para já, a comentar este resultado, que penaliza fortemente o partido que esteve no poder nos últimos três anos e que negociou os pacotes de ajuda externa ao país.

A Coligação de Esquerda Radical (SYRIZA) supera, largamente, os números das sondagens, que lhe davam entre 7,3% e 11% e o resultado alcançado nas últimas eleições de 2009: 4,6%.

Em quarto lugar surge um dos mais recentes partidos grego, fundado por antigo dirigente da Nova Democracia. Os Gregos Independentes poderão ter alcançado entre 10% e 12%.

(Notícia em actualização)

3
Enviar por email
Reportar erro
0