Conjuntura Grécia: Défice da balança comercial sobe 20,7% no primeiro semestre

Grécia: Défice da balança comercial sobe 20,7% no primeiro semestre

A balança comercial grega registou nos primeiros seis meses do ano um défice de 11.592,5 milhões de euros, mais 20,7% do que no mesmo período de 2016, foi hoje anunciado.
Grécia: Défice da balança comercial sobe 20,7% no primeiro semestre
REUTERS
Lusa 07 de agosto de 2017 às 11:52
Segundo os dados provisórios publicados hoje pela agência de estatísticas grega (Elstat), as exportações cresceram 18,2% neste período para 14.187,8 milhões de euros.

No período em análise, as importações aumentaram 19,3% para 25.780,3 milhões de euros.

No mês de Junho, o défice comercial da Grécia caiu 0,9% face ao mesmo mês de 2016 para se cifrar em 1.497,9 milhões de euros.

As importações ascenderam a 3.877,1 milhões de euros, mais 6,5% do que no mesmo mês de 2016, enquanto as exportações totalizaram 2.379,2 milhões de euros, registando um acréscimo de 11,8%.



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado JCG 07.08.2017

Afinal, na Grécia está tudo como dantes. O défice da balança comercial é o busílis, é o virus que ataca toda a economia e as finanças públicas e descamba em recurso à ajuda externa que vem sempre acompanhada por fortes restrições.
O problema continua: os gregos consomem mais do que aquilo que produzem e precisam de subsídios externos continuadamente.
Troicas e Cirizas pelos vistos não atacaram o problema na sua origem. Por aqui, em Portugal, pedalamos não muito distantes dos gregos.

comentários mais recentes
JCG 07.08.2017

Afinal, na Grécia está tudo como dantes. O défice da balança comercial é o busílis, é o virus que ataca toda a economia e as finanças públicas e descamba em recurso à ajuda externa que vem sempre acompanhada por fortes restrições.
O problema continua: os gregos consomem mais do que aquilo que produzem e precisam de subsídios externos continuadamente.
Troicas e Cirizas pelos vistos não atacaram o problema na sua origem. Por aqui, em Portugal, pedalamos não muito distantes dos gregos.

General Ciresp 07.08.2017

Nao esta a ser facil deixar a heranca do passado.Enquanto a EU cair no conto do vigario,vao podendo sonhar com o que sempre sonharam.A rtp e uma REPLICA dos gregos,apenas um pouco mais pequena.

pub