Finanças Públicas Grécia suspende publicação dos dados preliminares do PIB

Grécia suspende publicação dos dados preliminares do PIB

“Divergências” no apuramento dos dados estão por detrás da decisão. A última vez que a Grécia divulgou dados do PIB anunciou uma contracção da economia de 0,1%. 15 dias depois, quando revelou os dados mais pormenorizados anunciou que a economia afinal tinha crescido 0,4%.
Grécia suspende publicação dos dados preliminares do PIB
Bloomberg
Sara Antunes 07 de agosto de 2017 às 12:35

Os países da Zona Euro reportam sempre uma primeira leitura do produto interno bruto (PIB), que se trata da estimativa rápida, onde apenas revelam a evolução da economia, sem mais dados. 15 dias depois reportam mais informação. No caso de Atenas, nos últimos trimestres estas duas datas de publicação têm ditado números muito diferentes. Esta é a razão de a Grécia ter decidido suspender a publicação destes dados iniciais, revela a Reuters.

 

A última que a Grécia publicou dados do PIB foi em Maio, revelando a estimativa para o PIB do primeiro trimestre do ano. Na altura reportou uma contracção da economia de 0,1%. 15 dias depois publicou a actualização dos dados, reportando um crescimento económico de 0,4%. E este não foi um caso isolado. Em Março, o instituto de estatística do país, o ELSTAT, revelou que a economia helénica tinha contraído 1,2% no último trimestre do ano passado. 15 dias depois, quando publicou os dados mais detalhados revelou que, afinal, a economia tinha contraído apenas 0,4%.

 

Fonte oficial do ELSTAT explicou à Reuters que esta discrepância de leituras levou a que fosse decidido suspender esta primeira leitura. E justificou a diferença de valores com o facto de não haver informação completa na primeira publicação.

 

"Não temos todos os dados necessários a tempo das estimativas rápidas. Só temos dados para os dois primeiros meses do trimestre do desemprego e não temos os dados finais da balança de conta corrente", explicou fonte oficial do instituto de estatísticas helénico.

 

"Queremos avaliar a disponibilidade das fontes de informação necessárias e melhorar a consistência das estimativas".

 

A maioria dos países da Zona Euro publica a estimativa do PIB 45 dias depois do trimestre terminar e 15 depois publicado os dados mais detalhados. Portugal é um deles. A estimativa rápida do PIB do segundo trimestre do ano será conhecida a 14 de Agosto. E a leitura seguinte é publicada a 31 de Agosto.

 

A Reuters adianta que a Grécia não ficará como o único país a não reportar a estimativa rápida do PIB. Irlanda e Luxemburgo não revelam estes dados.




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 08.08.2017

A Grécia já está em processo de gestão de falência e liquidação. Isso não é a versão oficial, mas sabe-se hoje em dia que é essa a realidade. Portugal bem que poderá ser o próximo tendo em conta que os governos não têm conseguido impor-se nem à Constituição socialista e à lei laboral sindicalista, nem aos grupos de interesse da esfera corrupta do capitalismo de compadrio.

pertinaz 07.08.2017

LÁ COMO CÁ A ESCUMALHA MARTELA AS CONTAS...!!!

General Ciresp 07.08.2017

Portugal faz exacta/ o contrario e o pais esta cada vez mais negro.Quem ve os comentadores televisivos ate metem pena.Chegam ao ponto de dizer q o anterior governo errou por ter entrado pelo caminho dos salarios baixos,q mais podiam fazer perante tal desordem.no entanto prefiro a Ryanair do q a tap.

Saber mais e Alertas
pub