LEX Guilherme Figueiredo diz que Ordem dos Advogados "volta a ser de todos para todos"
LEX

Guilherme Figueiredo diz que Ordem dos Advogados "volta a ser de todos para todos"

"Este é o desígnio fundamental da Ordem a partir de agora", disse Guilherme Figueiredo à agência Lusa.
Guilherme Figueiredo diz que Ordem dos Advogados "volta a ser de todos para todos"
Miguel Baltazar
Negócios 07 de dezembro de 2016 às 15:39

O vencedor das eleições para bastonário da Ordem dos Advogados (OA) congratulou-se hoje com a vitória, sublinhando que é agora "que a Ordem volta a ser de todos para todos, sem excepções".

 

"Este é o desígnio fundamental da Ordem a partir de agora", disse Guilherme Figueiredo à agência Lusa.

 

A equipa de Guilherme Figueiredo, eleito bastonário da OA, na terça-feira, à segunda volta, integra 21 elementos.

 

Os conselhos distritais serão presididos por Paulo Pimenta (Porto), António Jaime Martins (Lisboa), Carlos Florentino (Évora), José Leiria (Faro), Brício de Araújo (Madeira) e Elias Pereira (Açores).

 

O Conselho Superior será presidido pelo professor Meneses Leitão e o Conselho Fiscal por Jorge Bacelar Gouveia.

 

A Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores será presidida por António Costeira Faustino e o conselho de fiscalização da caixa por Carla Cadilhe.

 

De acordo com os resultados publicados na página da Ordem dos Advogados na internet, a lista H, de Guilherme Figueiredo, obteve 9862 votos, contra os 9193 da lista K, liderada pela actual bastonária, Elina Fraga.

 

Na segunda volta das eleições para o bastonário da Ordem dos Advogados votaram 20608 associados, tendo-se registado 1344 votos brancos e 209 nulos.

 

Oliveira Gomes foi eleito para a direcção da Ordem, com 3359 votos, e Carla Cadilhe para o Conselho de Fiscalização, com 6359, indica ainda a página da Ordem dos Advogados.

 

As eleições de terça-feira foram disputadas pela lista K, liderada por Elina Fraga, atual bastonária, e lista H, encabeçada por Guilherme Figueiredo, que concorreu com o apoio do candidato às eleições de 18 de Novembro Jerónimo Martins.

 

Nas eleições de 18 de Novembro, Elina Fraga foi a candidata mais votada, com 8.706 votos, enquanto Guilherme Figueiredo conseguiu 7.838 votos.

 

Ao contrário das eleições de 2014, neste acto eleitoral para o triénio 2017-2019 não foi automaticamente eleito o candidato mais votado, já que os novos estatutos da Ordem dos Advogados vieram subordinar a eleição do novo bastonário à obtenção de mais de 50% dos votos.

 

Por esta razão, Elina Fraga e Guilherme Figueiredo voltaram a submeter-se na terça-feira a escrutínio para o próximo triénio.

 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
joaoaviador 07.12.2016

Só vendo!

pub
pub
pub
pub