LEX Guilherme Figueiredo é o novo bastonário da Ordem dos Advogados
LEX

Guilherme Figueiredo é o novo bastonário da Ordem dos Advogados

A actual bastonária ganhou a primeira volta mas perdeu no segundo sufrágio que teve lugar ontem.
Guilherme Figueiredo é o novo bastonário da Ordem dos Advogados
Miguel Baltazar
Nuno Carregueiro 07 de dezembro de 2016 às 08:44

Guilherme Figueiredo foi eleito bastonário da ordem dos Advogados, depois de ter vencido a segunda volta das eleições que teve lugar a 6 de Dezembro.

 

De acordo com o site da ordem, Guilherme Figueiredo (Lista H), obteve 9.862 votos, mais 669 do que a actual bastonária (9.193). Elina Fraga tinha vencido na primeira volta, (8.706 votos contra 7.838 de Guilherme Figueiredo), mas terá sido decisivo o apoio do terceiro candidato ao seu adversário.

 

O candidato a bastonário Jerónimo Martins fez na semana passada um apelo ao voto em Guilherme Figueiredo, que terá assim recebido grande parte dos 1.374 votos do candidato que ficou em terceiro lugar na primeira volta.

 

Ao contrário das eleições de 2014, neste acto eleitoral para o triénio 2017-2019 não foi automaticamente eleito o candidato mais votado, já que os novos estatutos da Ordem dos Advogados vieram subordinar a eleição do novo bastonário à obtenção de mais de 50% dos votos.

 
Em entrevista ao Negócios em Outubro o novo bastonário defendeu uma "gestão transparente das contas da Ordem dos Advogados" e considerou que "ministra da Justiça é talvez das pessoas mais políticas do Governo".

 
António Costeira Faustino foi eleito para a direção da Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores, com 4.292 votos, e Carla Cadilhe para o Conselho de Fiscalização, com 6.359, indica ainda a página da Ordem dos Advogados.


(Correcção: No último parágrafo era referido que Oliveira Gomes tinha sido eleito, quando na verdade foi António Costeira Faustino. Aos visados, as nossas desculpas.)

 




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Gustavo Amaral Há 6 dias

Vai haver recontagem

Joaninha Há 6 dias

Ainda bem! Correu-se com a TAGARELA, da-seeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!

Anónimo Há 6 dias

Isso é bom. Bem pode a alheira ir ara a terrinha.

pub