Economia Há mais 1.339 milionários em Portugal

Há mais 1.339 milionários em Portugal

Este ano, houve mais 1.339 portugueses a ultrapassar a fasquia de um milhão de dólares de património. No entanto, 84% dos adultos portugueses têm um património abaixo de cem mil dólares, segundo um estudo do Credit Suisse.
Há mais 1.339 milionários em Portugal
Reuters
Rui Barroso 22 de Novembro de 2016 às 12:16

Portugal tem 54.233 milionários, segundo um estudo do Credit Suisse sobre a riqueza global. O número de portugueses com um património acima de um milhão de dólares (940 mil euros) aumentou este ano, com mais 1.339 milionários em relação a 2015. O banco prevê que nos próximos anos haja mais portugueses milionários.

"O Credit Suisse Research Institute estima que o número de milionários em Portugal aumente 41% nos próximos 5 anos. Segundo o estudo, em 2021 existirão 76.324 milionários em Portugal", refere o banco nas conclusões sobre Portugal do Global Wealth Report, um estudo sobre a distribuição de riqueza a nível global, que vai na sétima edição.

Além do aumento de milionários, o Credit Suisse concluiu também que a riqueza média de cada português subiu este ano. "A riqueza média por adulto em Portugal ascende a 77.113 dólares, o que se traduz num aumento de 1,3% em comparação com dados de 2015, ano em que a riqueza média se situava em 76.153 dólares".

Apesar do número de milionários ter crescido, "apenas três possuem mais de mil milhões de dólares", refere o Credit Suisse. No entanto, o banco nota que "existem, em Portugal, 209 pessoas com património superior a 50 milhões de dólares".

Mais de 84% abaixo de 100 mil dólares

O número de milionários em Portugal até aumentou. Mas a proporção de adultos com um património acima de um milhão de dólares é de apenas 0,6%. Já 15% dos portugueses têm uma riqueza de entre cem mil e um milhão de dólares, segundo os dados do estudo.

Mas a grande maioria dos portugueses, 84,4%, tem um património inferior a 100 mil dólares. Há 55,7% dos adultos com uma riqueza entre dez mil e cem mil dólares. E 28,7% dos portugueses têm um património inferior a dez mil dólares.

Riqueza na mão de poucos

 

A proporção de pessoas com um património acima de um milhão de dólares é de 0,7% da população mundial. Este grupo detém 45,6% da riqueza mundial, segundo um estudo do Credit Suisse. Já na base da pirâmide, isto é, pessoas em que o património não excede os dez mil dólares, está 73,2% dos adultos no mundo. Estes 3,5 mil milhões detêm 2,4% da riqueza global.

 

Uma das conclusões do estudo é que a desigualdade continua a aumentar. "As nossas estimativas sugerem que a metade mais baixa da população global detenha colectivamente menos de 1% da riqueza global, enquanto os 10% adultos mais ricos detêm 89% de toda a riqueza, com o top 1% [os 1% mais ricos] a contar com metade dos activos globais", analisa o Credit Suisse no relatório Global Wealth Report.

 

Os autores do estudo observam ainda que "nos anos mais recentes, a desigualdade na riqueza teve uma tendência de subida, motivada em parte pelo aumento da proporção dos activos financeiros e pelo fortalecimento do dólar".

 




A sua opinião26
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

O Estado ajuda.Então não vai dar mais de 1,5 milhões de dólares a um presidente da CGD em 2 anos?

Anónimo Há 1 semana

NOS INDICADOS 1.339 MILIONÁRIOS JÁ ESTÃO INCLUÍDOS OS QUE TÊM VINDO A ROUBAR O POVO PORTUGUÊS, OU ISTO É APENAS UMA AMOSTRAGEM À MEDIDA DOS INTERESSES INSTALADOS?

Cigano de Lisboa Há 1 semana

E ainda falam, dos roubos dos Pretos de Angola, estes cabroes nada lhes ficam abaixo onde esta o controle da UE? Tambem comem com os roubos que somos vitimas todos os dias. Viva a bandalheira e impunidade, dos ditadoreszecos,que se escondem sobre a falsa e podre Democracia

MF50 Há 1 semana

Este estudo vale o que vale, já nada é dito sobre o património escondido em off-shores , em fundos de investimento, em sociedades anónimas de acções ao portador.
Contudo, mesmo que imperfeito por defeito, revela bem o que tem sido a justiça social em Portugal.
Para a maioria grita-se : aumentos de salários, de pensões, de regalias ? Nem pensar. Então e o défice, a divida externa, o equilíbrio das contas públicas ?
Para os outros, ou seja, para eles, que mandam realmente nisto tudo : lucros e mais lucros, novos e velhos milionários, cada vez mais ricos, poderosos, despudoradamente !
Foi para isto que existiu uma Revolução em 25 de Abril de 1974 ?
Os apelidos daquela dúzia de famílias que se apoderou de todo o património/riqueza nacional a seguir a 1820 são os mesmos que hoje pontificam nas listas dos milionários, com pequenas alterações resultantes da saída de poucos e da entrada de muitos mais, por via de casamentos de interesse e da forte consciência de classe que tem a alta burguesia

ver mais comentários
pub