Política Há um PSD que quer discutir ideias antes da liderança

Há um PSD que quer discutir ideias antes da liderança

O partido vive esta terça-feira um dia decisivo com reuniões dos principais órgãos de decisão. Passos decide se se recandidata ou não à liderança. Rangel e Pedro Duarte querem discutir programa.
Há um PSD que quer discutir ideias antes da liderança
Miguel Baltazar/Negócios
Marta Moitinho Oliveira 03 de outubro de 2017 às 12:11

O PSD vive dias agitados depois das eleições autárquicas que tiraram ao partido sete câmaras após um mau resultado de 2013. Passos abriu a porta à sua saída e os críticos começam a posicionar-se. Mas mais do que uma luta pela liderança, há no partido quem queira discutir antes as ideias.

"O PSD não pode fechar-se numa luta de nomes ou numa batalha de números: tem de arriscar um programa mobilizador", escreve Paulo Rangel no Público. O eurodeputado social-democrata acrescenta que o PSD "não deve esfumar-se numa luta de personalidades ou num choque de séquitos e aparelhos".

Também Pedro Duarte, o antigo líder da JSD, escreve no Público um artigo de opinião onde destaca a importância de o partido criar pensamento. "Deixo uma proposta pública aos dirigentes do PSD: a convocação imediata de um congresso para discutir ideias, projectos, estratégias e políticas. Sem disputa de liderança, nesta primeira fase." "Entendamo-nos sobre a agenda e a proposta que o PSD quer apresentar aos portugueses", conclui o também eurodeputado.

Quando falou domingo à noite depois de conhecidos os resultados (ainda provisórios das autárquicas), Passos Coelho admitiu que possa haver lugar a uma alteração estratégica e que essa matéria seria determinante na avaliação que faria sobre a recandidatura à liderança do PSD. "É preciso avaliar se no interesse do país e do PSD o que interessa é manter a orientação estratégica que está definida ou se outra pode ser seguida."   

O PSD vive hoje um dia decisivo. Passos Coelho reúne-se com a Comissão Permanente, como é habitual às terças-feiras. À tarde haverá reunião da Comissão Política, onde segundo a comunicação social Paulo Rangel estará presente. À noite é a vez da reunião do Conselho Nacional, onde Passos quer ouvir os conselheiros sobre o que aconteceu nestas eleições.

Entretanto, Rui Rio acelerou a preparação para se candidatar à liderança do PSD, mas estará a aguardar uma decisão de Passos Coelho.



A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
eleitor Há 2 semanas

Esta gente do PSD , se tem ideias para discutir , é que porque só tem uma , ou seja o mais do mesmo !

RosaPratas Há 2 semanas

òbviamente que no Plano de Acções a que me referi, constam todas as que foram referidas aqui.
Um programa de profundo combate à corrupção e evasão fiscal, com inversão do ónus de prova, que conste de apenas uma página A4.

Anónimo Há 2 semanas

OS OPORTUNISTA AINDA NÃO VIRAM O QUE SE PASSOU. 1º) DAR UMA VOLTA DE 360º PARA VOLTAR À SOCIALDEMOCRACIA 2º ELEGER PESSOAS COM EXPERIÊNCIA DE VIDA E DE GESTÃO PARA Q NÃO VENHA OUTRO PASSOS A CORTAR PENSÕES COMO ALTERNATIVA AO EQUILIBRIO DAS CONTAS APELANDO AO EMPOBRECIMENTO! 3º) RUA COM OS CACIQUES.

A GERINGONÇA FOI UMA BÊNÇÃO de DEUS. Há 2 semanas

O PSD tem que encomendar muito detergente para fazer a sua limpeza,ás quadrilhas infiltradas no partido do Minho ao Algarve e ilhas.Se assim continuar mais vale fechar a Porta. Na minha aldeia tenho um ladrão do BPN,e anda feliz como o Padrinho. Ex.votante do PSD o povo é sábio e não esquece.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub