Europa Hamon e Valls vão disputar lugar dos socialistas nas presidenciais em França

Hamon e Valls vão disputar lugar dos socialistas nas presidenciais em França

O antigo ministro da educação do Governo de Hollande ganhou a primeira volta das primárias dos socialistas para as eleições em França e vai disputar a ronda final com o ex-primeiro-ministro Manuel Valls.
Hamon e Valls vão disputar lugar dos socialistas nas presidenciais em França
Valls ficou em segundo lugar na primeira volta e vai disputar lugar com Hamon
Reuters
Nuno Carregueiro 22 de janeiro de 2017 às 20:10

Benoit Hamon vai disputar com Manuel Valls o lugar dos socialistas nas eleições presidenciais em França, de acordo com os resultados parciais da primeira volta das primárias, quando estão contados mais de um terço dos votos.

 

Hamon, antigo ministro da educação de Hollande que saiu do Governo devido às críticas ao Governo socialista, ficou em primeiro lugar, com 35,2% dos votos. Segundo as primeiras projecções, o ex-primeiro-ministro Manuel Valls ficou com 31% dos votos e garantiu assim acesso à votação final que terá lugar no próximo domingo, a 29 de Janeiro.

 

Os socialistas vão assim escolher entre Hamon e Valls quem será o candidato do partido que irá disputar as eleições presidenciais que terão lugar em Abril e Maio.

 

Contudo, as sondagens dão poucas possibilidades dos socialistas passarem à segunda volta nas presidenciais, que deverão ser disputadas por dois candidatos de direita: François Fillon e Marine Le Pen.

Valls era apontado como o favorito dos socialistas, mas nas últimas semanas tinha vindo a perder terreno nas sondagens, com os restantes candidatos a atacarem a herança do ex-primeiro-ministro no Executivo francês. Ainda assim, Valls conseguiu um acesso à "final", defendendo-se dos avanços de Hamon e de Arnaud Montebourg. Este último, também um antigo ministro do Governo socialista, fica pelo caminho nesta corrida. Com menos de 20% dos votos, Montebourg já apelou ao voto em Hamon no próximo domingo.


(notícia em actualização)


A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Damy D'Álmeida 22.01.2017

Allez Hamon

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
}
pub