Mundo Havai desafia em tribunal decreto anti-imigração de Trump

Havai desafia em tribunal decreto anti-imigração de Trump

O Havai tornou-se o primeiro estado a desafiar judicialmente a decisão de Trump em tribunal. Alega que o decreto é inconstitucional e que pode afectar a economia da ilha.
Havai desafia em tribunal decreto anti-imigração de Trump
Reuters
Catarina Almeida Pereira 09 de março de 2017 às 12:34

O Havai tornou-se o primeiro dos 50 estados norte-americanos a avançar com um processo em tribunal para travar o decreto anti-imigração de Donald Trump.

"A nova ordem executiva cobre menos pessoas do que a anterior, mas tem as mesmas falhas constitucionais", afirmou a advogada que representa o Havai, citada pela imprensa internacional.

Além disso, o estado argumenta que a decisão pode afectar as suas universidades, dificultando o recrutamento. Alega ainda que a economia da ilha pode ser afectada pela quebra no turismo. 

 

A nova ordem executiva de Trump impede a entrada nos Estados Unidos de cidadãos de seis países: Irão, Líbia, Siria, Somália, Sudão e Yemen.


A audiência está marcada para 15 de Março, um dia antes de a nova ordem entrar em vigor.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
Saber mais e Alertas
pub