Autarquias Hermínio Loureiro renuncia à Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis

Hermínio Loureiro renuncia à Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis

Segundo fonte próxima, Hermínio Loureiro não vai sair dos cargos que ocupa na área desportiva, em particular como vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol e do Comité Olímpico de Portugal.
Hermínio Loureiro renuncia à Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis
Correio da Manhã
Lusa 27 de dezembro de 2016 às 19:34
O presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, Hermínio Loureiro, anunciou hoje um ponto final no cargo, por entender "que é muitas vezes mais importante saber sair da cena política, do que a ela se apresentar".

De acordo com uma declaração transmitida na Câmara Municipal, à qual a Lusa teve acesso, Hermínio Loureiro (PSD), reeleito em 2013 para a presidência da autarquia, disse se tratava da conclusão "da atividade política como dirigente eleito pelos munícipes, transmitindo os destinos do concelho a outras pessoas, igualmente preparadas, no quadro previsto na legislação em vigor".

Com a demissão da autarquia onde conta com Ricardo Tavares como vice-presidente, Hermínio Loureiro retira-se assim dos cargos que ocupa como presidente do Conselho Metropolitano do Porto, na comissão executiva do Turismo do Porto e Norte de Portugal, no conselho geral da Associação Nacional de Municípios Portugueses e enquanto representante dos municípios no Conselho Nacional do Desporto, segundo fonte próxima.

"Pelas razões que exponho e pelas considerações feitas neste momento, apresento a minha renúncia do cargo de presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Solicito ainda que inicie de imediato o processo da minha exoneração e substituição em todos os cargos e funções que desempenho por eleição ou inerência do cargo de presidente do município de Oliveira de Azeméis", acrescentou.

Hermínio Loureiro deixou um agradecimento às várias figuras com quem trabalhou ao longo dos anos: "Respeito todos os autarcas e toda a classe política de Oliveira de Azeméis, sejam eles de que forças políticas forem e a todos agradeço o envolvimento que tiveram, comigo, ao longo destes 16 anos de trabalho autárquico, muito em especial à minha equipa de vereadores, ao meu gabinete e aos colaboradores mais próximos", estendendo ainda os agradecimentos ao presidente da Assembleia Municipal, às Juntas de Freguesia e aos trabalhadores do município.

"Comovido e fundamentalmente grato, neste momento singular e muito difícil, o presidente Hermínio Loureiro despede-se calorosamente de todos vós. O cidadão Hermínio Loureiro, esse, está e estará onde sempre esteve, ou seja, em Oliveira de Azeméis", realçou.

Segundo fonte próxima, Hermínio Loureiro não vai sair dos cargos que ocupa na área desportiva, em particular como vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol e do Comité Olímpico de Portugal.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Muito importanti vai fanculo stronso 27.12.2016

Carago tantos cargos para um homen so. Por isso nao ha empregos estao todos ocupados, por estes mafiosos, dos beija mao ao prior da freguesia. A tanto enfarto e tanto cancer sem corpo. Olha me este pacovio, armado em bom Samaritano. E nao passa de mais um Guzano comendo-vos as entranhas.

pub
pub
pub
pub