Economia Holanda e Suécia convidados no festival de sustentabilidade 'Greenfest' em Cascais

Holanda e Suécia convidados no festival de sustentabilidade 'Greenfest' em Cascais

O 'Greenfest', que este ano cumpre a sua décima edição, realiza-se de 28 de Setembro a 01 de Outubro no Centro de Congressos do Estoril, em Cascais, e vai ter a Holanda e a Suécia como países convidados.  
Lusa 09 de junho de 2017 às 11:14

Tidos pela organização do evento como dois dos países com maior conhecimento na área da sustentabilidade, a Holanda e a Suécia vão estar em destaque, bem como o "Global Day" do Green Destinations, "um grande evento internacional que certifica e promove destinos de turismo sustentável".

 

Além disso, refere a organização em comunicado divulgado hoje, haverá celebrações associadas ao Dia Mundial do Mar e os 17 objectivos, aprovados na Agenda 2030 do Desenvolvimento Sustentável (ODS), são também um dos assuntos de maior relevo nesta edição.

 

Numa iniciativa conjunta com a Câmara de Cascais, o 'Greenfest' é um evento de sustentabilidade "onde se celebra o que de melhor se faz nas vertentes social, ambiental e económica".

 

Os dez anos do 'Greenfest' ficam marcados ainda por uma renovação da marca, que "apresenta uma nova identidade mais simples, inovadora e com um património visual próprio".

 

"A nova marca do 'Greenfest' é baseada na economia circular e constante procura de soluções sustentáveis para o planeta. Com esta renovação nasce também uma nova assinatura que retrata de forma inequívoca a missão do festival: partilhar um mundo melhor", indica o comunicado.

 

O 'Greenfest' posiciona-se como uma plataforma de partilha de ideias e experiências, abordando as tendências mais atuais e contribuindo para uma maior visibilidade de projectos e iniciativas de empresas, instituições e cidadãos que se preocupam com o futuro.

 

No ano passado, o festival contou com cerca de 200 empresas, 25 Organizações Não Governamentais, 20 Universidades, 1.500 estudantes e mais de 20 mil participantes.

 

Em comunicado, o mentor do 'Greenfest', Pedro Norton de Matos, explica que "sensibilizar para as questões ecológicas, de cidadania activa, de justiça social e de desenvolvimento económico sustentável, divulgar iniciativas, produtos e serviços, partilhar conhecimento de forma inovadora e relevante e contribuir para a mudança de atitudes e comportamentos do cidadão e das comunidades, envolvendo empresas, seus colaboradores e famílias" são os objectivos do evento.

 

Também o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, refere na mesma nota que "o 'Greenfest' é um evento que se associa aos valores de Cascais: sustentabilidade, responsabilidade social, transformação positiva e duradoura na vida das pessoas e das empresas, da cidade e do país".

 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
esteves aires 23.06.2017

Oportunismo politico!
Espero que a CNE, esteja atenta a esta situação, numa altura em que vão decorrer eleições, para as Autarquias, em 1 de Outubro...
Isto chama-se oportunismo politico e demagógico, aproveitando -se do lugar que ocupam (coligação PSD/CDS), para fazer propagada politica!

pub