União Europeia Hollande diz que a campanha eleitoral em França "cheira mal"

Hollande diz que a campanha eleitoral em França "cheira mal"

O presidente francês, François Hollande, quebrou hoje o silêncio sobre a campanha para as presidenciais, em que não é candidato, para alertar contra o populismo e o risco da simplificação.
Hollande diz que a campanha eleitoral em França "cheira mal"
Lusa 12 de abril de 2017 às 15:27

"Esta campanha cheira mal [...] É superficial", afirmou o presidente socialista numa entrevista ao Le Point a publicar na quinta-feira e de que a imprensa francesa divulga hoje excertos.

 

Segundo a imprensa, Hollande está preocupado com o avanço do candidato da esquerda, Jean-Luc Mélenchon, à custa do candidato socialista, Benoît Hamon, actualmente quinto nas sondagens, com menos de 10% das intenções de voto.

 

"Há um perigo face às simplificações, face às falsificações, que leva a que vejamos o espectáculo da tribuna em vez do conteúdo dos textos", disse, sem referir qualquer nome.

 

O presidente afirmou por outro lado que "a política precisa de renovação", na resposta a uma pergunta sobre o candidato independente, e ex-ministro no governo de Hollande, Emmanuel Macron, considerando que a iniciativa deste de criar um movimento político é "pelo menos audaz".

 

Hollande absteve-se, contudo, de apelar ao voto num candidato, limitando-se a afirmar que confia "na inteligência dos franceses".

 

As eleições presidenciais francesas realizam-se em duas voltas, a 23 de abril e a 07 de maio.

 

Nas sondagens mais recentes, a candidata da extrema-direita, Marine Le Pen, lidera as intenções de voto, seguida de muito perto por Macron, enquanto Mélenchon surge em terceiro e o candidato da direita, François Fillon, em quarto.

 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Cheira a cagada que ele fez. Há 1 semana

E os Fanaticos Populistas todos d/tras de uma Porca que se chama lePeen. Mundo sem valores onde o Ego e maior que a cabeca dos Politiqueiros Ladroes. Vivam as Porcas democracias que nao passam de roubalheiras e rapina, pelas Elites politicas dos Bastardos da UE.

pub