Hollande: França e Alemanha "querem trabalhar em conjunto pelo bem da Europa"
15 Maio 2012, 21:18 por Sara Antunes | saraantunes@negocios.pt
2
Enviar por email
Reportar erro
0
Alemanha e França têm o dever de trabalhar em conjunto. Esta foi uma das mensagens deixadas por François Hollande e por Angela Merkel no primeiro encontro. A Grécia e o crescimento económico estiveram no centro das declarações.
Angela Merkel sublinhou esta noite que França e Alemanha têm o dever de trabalhar em conjunto e garantiu que ela e François Hollande têm consciência da responsabilidade que têm perante toda a Europa. A França e a Alemanha “querem trabalhar em conjunto pelo bem da Europa” e vão fazê-lo, assegurou o novo presidente de França, no dia em que tomou posse enquanto líder do país.

Grécia foi um dos temas do encontro, com ambos os responsáveis a sublinharem que querem Atenas na Zona Euro e que estão disponíveis a ajudar. Quer Angela Merkel, quer François Hollande sublinharam que o lugar da Grécia é na união monetária.

Mas Merkel deixou claro que, caso se confirme que o país tem mesmo de avançar para novas eleições, os gregos vão votar a sua permanência, ou abandono, da Zona Euro.

“Temos de respeitar que vai haver novas eleições na Grécia”. “Só vamos deixar claro que temos expectativas, o desejo, de que a Grécia permaneça no euro e de que isto é o que os cidadãos estão a votar”, afirmou a chanceler alemã durante a conferência de imprensa que se seguiu ao primeiro encontro entre estes dois líderes.

François Hollande chegou a Berlim com cerca de duas horas de atraso. Uma das razões foi um raio que colidiu com o avião onde seguia e obrigou a comitiva a voltar para trás para trocar de avião numa base aérea militar, a cerca de 13 quilómetros de Paris.

O crescimento económico foi um dos temas que marcou o encontro, com François Hollande a reiterar que é preciso apostar nesta componente e que não se pode apenas focar no défice e na dívida. “Estou satisfeito que a campanha presidencial francesa nos permita colocar o crescimento no centro do debate”, frisou.

Hollande sublinhou que a sua ida a Berlim, apenas algumas horas após a sua tomada de posse serve “para demonstrar que a relação franco-alemã é uma constante”. “Considero que esta amizade é equilibrada e respeitosa”.
2
Enviar por email
Reportar erro
0
pesquisaPor tags: