Política Hugo Soares anuncia eleições para "eleger uma nova direcção parlamentar" do PSD

Hugo Soares anuncia eleições para "eleger uma nova direcção parlamentar" do PSD

Em reunião da bancada do PSD, o ainda líder parlamentar social-democrata revelou que num encontro com o presidente eleito Rui Rio este lhe transmitiu que pretende "trabalhar com outra direcção parlamentar". Hugo Soares anunciou eleição para 22 de Fevereiro.
Hugo Soares anuncia eleições para "eleger uma nova direcção parlamentar" do PSD
Lusa
Lusa 14 de fevereiro de 2018 às 18:39
O líder parlamentar do PSD, Hugo Soares, anunciou esta quarta-feira, 14 de Fevereiro, que irá "devolver a palavra aos deputados para eleger uma nova direcção parlamentar", depois de Rui Rio lhe ter manifestado o desejo de trabalhar com outra liderança de bancada.

Por isso, confirmou o próprio à Lusa, irá "devolver a palavra aos deputados para eleger uma nova direcção parlamentar".

A decisão do líder parlamentar está a ser anunciada aos deputados numa reunião da bancada do PSD e foi tomada depois de um encontro que decorreu no passado sábado com Rui Rio, no qual o líder eleito social-democrata lhe terá manifestado "o desejo de trabalhar com outra direcção parlamentar".

De acordo com fontes presentes na reunião, Hugo Soares precisou que as eleições serão marcadas para quinta-feira da próxima semana, dia 22 de Fevereiro, agradeceu a solidariedade da bancada nestes meses e assegurou que todas as decisões relevantes neste período desde as directas foram articuladas com Rui Rio.

Hugo Soares recordou que, como referiu em entrevista à Antena 1 em Dezembro, falaria com o novo presidente social-democrata, fosse ele quem fosse, e "embora o Grupo Parlamentar do PSD seja um órgão autónomo, não há presidente do Grupo Parlamentar contra a vontade determinada do presidente do Partido".

O PSD tem um novo presidente eleito, Rui Rio, desde as directas de 13 de Janeiro, que será empossado no Congresso que se realiza entre sexta-feira e domingo, em Lisboa.

Sobre a actual liderança parlamentar, no final de Janeiro foi divulgado um comunicado depois de uma reunião entre Rui Rio e Hugo Soares, no qual se expressava concordância entre ambos de que a direcção da bancada na Assembleia da República deveria manter-se "na plenitude das suas funções" até ao Congresso, "remetendo-se apenas para essa altura a necessária análise política da questão".

No entanto, nas últimas semanas foram-se multiplicando os sinais de que Rui Rio não pretendia a continuidade de Hugo Soares e foram vários os nomes apontados para o cargo de líder da bancada, entre os quais o do vice-presidente do grupo parlamentar Adão Silva ou dos deputados Luís Campos Ferreira ou Fernando Negrão.

Hugo Soares foi eleito em 19 de Julho do ano passado, para um mandato de dois anos, com 85,4% de votos, correspondentes a 76 votos favoráveis, 12 votos brancos e um nulo, sucedendo no cargo a Luís Montenegro, que atingiu o limite de três mandatos consecutivos.



pub